Eu sou a prova viva de que a decepção não mata

Eu sou forte, eu sou forte, eu sou forte! Sou mais forte do que o que penso!
Não sinto nada. Nada. Primeiro senti-me triste, depois revoltada... agora sinto que eu sou tão mais do que isto, que nem triste me sinto.

Apetece-me espetar-lhe um murro na tromba. Mas depois lembro-me que sou contra a violência a acalmo.
Ele é que perde, nunca mais terá ninguém que goste tanto dele e dos seus defeitos como eu.

Siga!



Comentários

Mensagens populares deste blogue

A tua irmã*

Dos rumores

Desabafo