quarta-feira, 14 de março de 2012

Nunca erros mas sim grandes lições!

Tu és, possivelmente, o homem mas íntegro que alguma vez conheci!
Responsável, sério, perfeccionista e complicado.
Nunca tinha conhecido alguém que fosse o meu reflexo no espelho.
Talvez seja por isso que não resultamos juntos.
Porque se os opostos se atraiem, os iguais devem repelir-se!
Não saber até onde podiamos ter ido foi o que me levou a seguir outros caminhos.
Caminhos que se revelaram más opções e dos quais me arrependo.
Caminhos que, infelizmente, não posso apagar.
Gostar não chega e contigo aprendi essa lição.
Aprendi a abdicar para te ver feliz.
De tudo o que de bom que te podia fazer, deixar-te partir é o melhor que te posso dar.
E hoje liberto-te deste vínculo que me levou a fazer tantos disparates e a sentir tanta mentira.
Vivi num impasse e numa incerteza, que corrói a alma e nos contrai o coração.
Os assuntos pendentes e mal-resolvidos são os que nos deixam marcas.
É por isso que te liberto e quebro estas correntes invisíveis com que nos prendemos.
Porque para eu ser feliz, tu tens de ser feliz.
E tu só o serás longe de mim.
Mas lá está, os amores que não resultam não podem ser considerados erros.
Devem sim ser considerados grandes lições!
Orgulho-me de gostar de um homem como tu.
E pronto, hoje é tudo o que resta da nossa história*  

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos temos os nossos dias, as nossas opiniões, as nossas afinidades. Felizmente nem todos gostamos do mesmo.

Aceitam-se elogios. Aceitam-se críticas construtivas.

Dispenso insultos e estupidez gratuita.

Welcome stranger ;)