Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2012

Voltei!

Desculpem a forma como vou dizer o que vou dizer mas:
O FILHO-DA-PUTA deste blog esteve desaparecido durante uns dias e não sei porquê! Fiquei com o blog só para autores do dito (ou seja, EU!) e não fui vista nem achada nisto!

Viva la Espanha!

Imagem
Espanha está a mostrar a muita gente o que é reivindicar os seus direitos.  O que nos pertence, não pode jamais ser-nos tirado. Desta feita, os cravos por si só não chegarão. Não poderão haver abraços. Teremos de ser nós e eles.

Queridas coxas,

Imagem
que a bola de berlim que acabei de devorar, sem dó nem piedade, não vá directamente para vocês! Eu sei que fui má ao engolir uma bomba calórica destas mas há alturas que uma mulher precisa mesmo de algo doce.

Merda para isto!

Imagem
Apetece-me bater em alguém!!!

Faltam 4 dias para entregar a tese e hoje (só hoje!!) é que se lembram que podia acrescentar a merda de um capítulo!!

Céu.

Imagem
No fim-de-semana passado dobrei e arrumei aquela t-shirt. Aquela que me traz recordações e que estava desde aquele dia pendurada na parede do meu quarto. Nela consta uma foto tua, a sorrir. De alguma forma, olhar para ela traz-me um conforto que não sei explicar, transporta-me para um tempo tão distante do actual.
Agora, ao fim de quase 38 meses da tua ausência, resolvi encerrá-la numa gaveta. A tua t-shirt, a minha t-shirt está escondida dos olhares curiosos. Não mais olharei para ela antes de dormir. Preciso de paz. Preciso de saber que tu estás em paz. Ou preciso de acreditar nisso.
Cansei-me desta saudade. Esgota. Fere. Transfigura.
Assim, a noite trazer-te-à até mim. Em sonhos ou através da sua escuridão.
É na imensidão do céu que te encontro. A ti e à tua própria imensidão.


O teu abraço.

Imagem
Hoje precisava somente de um abraço. Simples mas cheio de significado. Do teu.



“There are moments in your life when you really miss someone that you want to pick them from your dreams and hug them for real. "
Há dias em que a saudade torna-se insuportável. E eu sinto tanto a tua falta, Luís!

Do silêncio.

Imagem
"(...) não precisas de falar só porque vamos calados. A coisa mais difícil e mais bonita de partilhar entre duas pessoas é o silêncio.
_"No teu deserto"_Miguel Sousa Tavares_

O amor não me quer encontrar.

Imagem
"Há dias cinzentos E dias de cor Frágeis momentos Com outro sabor
Lágrimas caem no chão Como a chuva do céu Suspendo mil sonhos no ar
Fico à espera que o Sol Rasgue as nuvens Me aqueça e te faça voltar O amor não me quer encontrar
A preto e branco Tiro uma fotografia Rasgo-a em mil pedaços E nasce um novo dia
Fecho os braços devagar Sinto o teu respirar Acredito que o tempo vai mudar
Fico à espera que o Sol Rasgue as nuvens Me aqueça e te faça voltar O amor não me quer encontrar
O amor não me quer encontrar
São dias cinzentos Que nos fazem pensar
Fico à espera que o Sol Rasgue as nuvens Me aqueça e te faça voltar O amor não me quer encontrar
O amor não me quer encontrar O amor não me quer encontrar"


_"O amor não me quer encontrar"_Ricardo Azevedo_

Perdi-me.

Imagem
Uma tarde perdi-me na imensidão da cidade e encontrei beleza em locais que sempre me pareceram banais.
Perdi-me a contemplar a vida que não me pertence. Perdi-me a admirar o amor de uma mãe e de uma criança. Perdi-me no riso doce da inocência e na imensidão da palavra família. Uma dia também encontrarei este amor.

As palavras marcam como ferros em brasa.

Imagem
Não sabes o que te passou pela cabeça mas dás por ti a pensar no quão arrependida estás. Sabes que isso só acontece quando realmente erras e não sabes como lidar com os sentimentos ambíguos que carregas contigo. Apetece-te gritar em surdina, para libertar a raiva que sentes de forma a que ninguém escute. Dás por ti a fazer uma força descomunal na berma da cama e a soluçar silenciosamente. Ninguém ouvirá a revolta que nasceu em ti. Da mesma forma que cresceu, depressa morrerá. Esquecerás mas não há dia em que não recordes aquelas palavras que abruptamente saíram da tua boca. Descontroladas, acutilantes, a ferir de morte. Saíram e não há volta a dar. Desculpa-te antes que o abismo caia sobre nós. Não estejas à espera de uma desculpa do outro lado, afinal por muito errada que a outra pessoa tenha sido, foste tu que originaste o fogo. As palavras marcam como ferros em brasa.

Até jááá

Imagem
Bom fim-de-semana para todos!
O meu vai ser passado com eles:




E em festa:


;) Até segunda!!

Facto aleatório#5

Sabes que estás a ficar velha quando no meio da tua farta e bonita cabeleira a dar para o loira, aparecem 3 (TRÊS!!!) cabelos brancos.
Sabes que o teu destino vai passar por pintar o cabelo quando dás a "novidade" à tua avó e ela responde:
"Oh filha, deixa lá, se fores como eu aos 30 tens o cabelo todo branco!"
Obrigada minha querida, por conseguires fazer-me ficar ainda mais desgostosa com isso.

Estarei mais do que preparada!

Imagem
E se eu deixar de procurar, achas que encontro? Se deixar de imaginar a chegada de alguém, sem expectativas ou anseios, será que esse alguém chegará? Estou farta de idiotas. Estou farta de parvos que dizem "És demasiado boa pessoa para mim..." ou "Não és tu, sou eu!" ou ainda "Não és pessoa para dar umas voltas, és pessoa para mais, eu é que não ando à procura de namorada!". Eu sou normal! Eu sou uma mulher como as outras todas! Mas porque raio é que afugento todos, parecendo algo que não sou? Vou deixar de esperar. Agora já não quero saber. Hei-de encontrar sem procurar o que muitas procuram sem encontrar. E quando encontrar, estarei mais do que preparada!




PS: A frase a negrito foi adaptada de algo que a fofa    da Rita Pereira disse sobre o Angélico. Achei  apropriada mas como não quero plagiar, aqui está a referência.

Um lugar chamado casa

Imagem
"Desenhada uma subida, um caminho por onde se começa.  Começa-se agora que o que está antes não foi feito do principio.  Um lugar chamado casa."
Carolina 


A Carolina é a C. que mora comigo. Escreve como ninguém e tira fotos que adoro.  Graças a ela consegui finalmente ver a beleza do nosso prédio.

Da janela do meu quarto...

Imagem
A janela do meu quarto é voltada para o rio, permitindo sentir aquela brisa, ouvir o som da água a correr e a movimentação de quem passeia pela ponte.
Quando chego a casa, sejam as horas que forem, é à janela do meu quarto que passo uns bons minutos ou horas. Onde penso em muitas coisas mas principalmente onde encontro a calma e o silêncio que por vezes preciso. Da janela do meu quarto vejo namoros, vejo brigas, vejo bebedeiras. Vejo a vida a decorrer e sinto-me bem.  Da janela do meu quarto lembro-me de tempos que já foram, lembro-me de pessoas que já me pertenceram, lembro-me de um mundo que não mais existe. A janela do meu quarto é a ponte para o meu passado. É da janela do meu quarto que encontro a Rita de que tanto gosto.

Há belas maneiras de começar o dia!

Lisboa, 6.50h da manhã. Toca a campainha da porta. Eu acordo. Tornam a tocar. "Quem é?". Batem à porta. "Abre, sou eu, a Teresa!". Quem raio é a Teresa? A A. espreita pelo "olho mágico" da porta. "Não sei quem é...". Fui vestir qualquer coisa. "Deve estar enganada no sítio.". Volta a bater. "Abre, é a Teresa!". Abrimos. A miúda é novinha. A miúda está bêbada. A miúda procura o Tiago e o João. 
A A. super educada, a tentar ajudá-la a dizer-lhe em que apartamentos moravam estudantes (quase todos, por sinal). Eu já a ferver porque detesto que me acordem. A miúda agradece (vá lá), eu digo-lhe que não são horas para andar a tocar às campainhas das pessoas (ainda mais não sabendo qual a correcta).
A Teresa foi tocar a todas as portas até encontrar o Tiago e o João. Ou até algum maluco a meter dentro de casa para fazer sei lá o quê. Já não consegui dormir mais!

Porque um dia...

Imagem
... há-de aparecer alguém por quem valha a pena dedicar canções:

"E se as cordas que me prendem desenlaçam E um abraço da eternidade para nunca mais E o céu despe-me a cor Eu paro, odeio o amor E as historias que vestem, o segundo em que tu cais
Porque eu só quis que tu quisesses acordar… O que eu fiz foi para que tivesses um lugar
E se as rotas que se cruzam se apagam com a voz E nós não conseguimos celebrar ou relembrar de querer cantar E o olhar perde a intenção Eu paro, quero a tua mão E as quedas que curaram, a doença que é sonhar
Porque eu só quis que tu quisesses acordar O que eu fiz foi para que tivesses um lugar
Porque eu só quis que tu quisesses acordar…
E se as cordas que me prendem desenlaçam E um abraço da eternidade para nunca mais…"
_"Para nunca mais (Acordar)"_Darko e Sandra Celas_

As mulheres de hoje

Imagem
Fonte: noazulpoente@blogspot.pt

"(...) Há muitos homens que querem assentar, encontrar alguém com quem passar a tarde de domingo enroscado no sofá... (...)" (...)As mulheres de hoje querem beber mais do que nós, aproveitar mais do que nós, f**** mais do que nós. (...) (...) Querem viver todos os segundos do dia, como se amanhã fosse o fim do mundo. (...)  Estas mulheres andam na casa dos 20/30 anos mas um dia acordam e já estão a bater nos 40. (...)  têm tudo o que um homem normal quer mas elas não querem homens normais. (...)"

Eu não encontro homens normais, que queiram ir ao cinema, passear, comer um gelado. Eu gosto de farra, gosto de aproveitar a vida e tudo a que tenho direito. Mas gosto dos momentos a dois, dos dias calmos, da cumplicidade. Sei que o tempo passa, sei que a vida passa, sei que não serei eternamente jovem. Quero um homem normal, que me queira agora enquanto jovem e inconsequente e que me queira com rugas, cabelos brancos e com o corpo envelhecido.
C…

Factos aleatórios#4

Imagem
"Aunque la mona se vista de seda, mona se queda."
_Provérbio Espanhol_

Máscaras todos têm, todos usam, todos trocam. Somos aquilo que queremos ser mas a nossa essência é eterna.

Sonhos que sonhei, onde estão?

Esta noite sonhei comigo, com meu irmão e com a minha irmã quando éramos pequenos.
O meu irmão estava loirinho e não tinha os dentes da frente, andava a subir às árvores e só fazia parvoíces. Tinha 9 anos.
A minha irmã estava pequenina, cabelos encaracolados pretos, óculos na cara, o coelho cor-de-rosa numa mão, a chucha na boca e ria muito. Tinha 3 anos.
Eu tinha dois tótós, era loira e trazia uns calções curtos, estava agarrada a um livro de banda desenhada e a contar a história à minha menina. Tinha 6 anos.
Estávamos na quinta dos avós.O avô tinha ido trabalhar e a avó estava a fazer o almoço. E estava nova (como eu me lembro dela mais nova e com saúde) e tão bonita.
Eram tardes tão bem passadas e eu era tão feliz!
PS: Tenho uma memória perfeita de quando era pequena. Lembro-me de quase tudo e do que não me lembro, a avó vai contando. É tão bom!

Os que me inspiram#4

Imagem
Raúl Solnado


Balada da Praia dos Cães. Sorriso afável. Grande actor. Facas e Anjos. Escritor. A vida não se perdeu. Cantor. Admiração. Senhor!

A falta que (afinal) não me fazes

Imagem
Não me fazes tanta falta quanto a que achei que ia sentir. Lembras-te do espaço que te ia dar? Lembras-te do aviso de que esse espaço, se adquirisse um tamanho considerável,  seria um caminho irreversível?
Lá está, cansei-me! Não sou de me cansar mas acho que 2 anos são mais do que suficientes para atingir a saturação. 2 anos de uma merda de uma ligação que nunca mereceu o direito de existir. O bom disto tudo é que não sofro por ti. Sinto-me plenamente satisfeita com o que sobrou, que é absolutamente nada. Não, não vou dizer mal de ti. Não mereces isso. Continuas uma boa pessoa. Com defeitos e virtudes, como sempre tiveste. Nunca fiz de ti o que não és.  Então agora dei conta de que realmente estou bem assim. Sem esperar seja o que for da tua parte. Sem ansiar por nada que venha de ti. Gostava de manter a amizade que tivemos, se bem que tenho noção que nunca foi uma amizade per si.
Estou a escrever aqui o ponto final desta história, que está mais do que resolvida da minha parte. E es…

Voltei a ser bruta (mas por uma boa causa).

Imagem
Cada vez mais me incomodam algumas atitudes de algumas pessoas nesta cidade! Hoje ao entrar no metro, no meio da azáfama matinal habitual, vejo uma senhora com os seus 80 anos (se não mais). A senhora vai a entrar na carruagem, desequilibra-se e apoia-se numa miúda. Esta não vai de modas e diz: "Estás-me a empurrar para quê?". Assim, a tratar por tu uma senhora com idade para ser avó dela e num tom de voz frio e demasiado elevado para o meu gosto.  A senhora pediu desculpa, explicou que tinha tropeçado e agarrou-se para não cair. A miúda responde: "Não sei o que raio os velhos andam a fazer tão cedo no metro, não têm nada para fazer e andam a estorvar a vida dos outros!". Assim, sem mais nada. Eu sei que não era nada comigo mas virei-me para a miúda, que nem idade tinha para levar uma chapada, e disse-lhe que também não entendia como era possível os pais terem permitido que uma pessoa tão mal-formada viesse ao mundo. Olhou para mim, olhei para ela e... a miúda cal…

Meu puto#8

Passaram 37 meses. E acredita que há dias em que me apetece apagar tudo o que já escrevi e fingir que não aconteceu nada. Mascarar-me de sorrisos e rir, como sempre fiz. Ligar à tua irmã e não falar mais de ti, ligar-lhe apenas para irmos beber uns copos ou agarrarmos no carro e irmos correr as festas das freguesias.
Há 37 meses atrás, eu tinha 22 anos mas não sabia nada da vida. Ou sabia pouco, não consigo lembrar-me. Sei que há 37 meses atrás era tudo diferente. Os risos eram sinceros, o ambiente era leve, os grupos uniam-se. Agora ninguém fala de ti e nem do que era a vida quando tu estavas presente. No fundo, muitos seguiram em frente. Não te esquecem (será que alguém algum dia te esquecerá?) mas conseguem abstrair-se da tua ausência.  Confesso que há dias em que também consigo fazê-lo. Penso no sofrimento da tua família e sinto-me egoísta demais por pensar que eu estou a sofrer. Pronto, sou mesmo uma egoísta.
Lembro-me de um dia que quero esquecer. Fecho os olhos e sou levada pa…

Pára tudo!!!!

Imagem
Cheguei aos 47 seguidores!  Não quero mais, chegam estes! É o meu número da sorte, este é o meu número!
QUARENTA E SETE!

PS: A estupidez anda a ser presença assídua na minha cabeça, confesso.

Da procura da perfeição!

Imagem
Já várias vezes me perguntaram o que é preciso um homem ter para conseguir chamar a minha atenção. As minhas amigas dizem que sou demasiado exigente, que quero alguém demasiado parecido comigo. Dizem que procuro uma perfeição que não existe, um homem que não existe. A minha Mãe diz que sou muito selectiva quanto aos homens.
É muito mais do que isso. Não procuro a perfeição, não porque esta não exista mas simplesmente porque não a quero. Não procuro alguém parecido comigo porque simplesmente não conseguiria lidar com outra personalidade complicada. Não me considero exigente, apenas não aceito qualquer conversa, qualquer convite, qualquer piropo. Já várias vezes aqui disse que tenho muito mais graça do que o que sou engraçada, ou seja, acho que chamo muito mais a atenção pela minha "língua afiada" do que pelo pacote completo. Não quero dizer com isto que me ache feia, que não acho, mas sei que é a personalidade que mais chama a atenção.  Portanto acho que é isso que quero par…

Mas fui eu a única?

Imagem
Mas será que fui a única que não viu a Casa dos Segredos ontem?  Não sei quantos entraram, não sei que segredos foram escolhidos, não sei que regras foram inventadas.
Não se fala de outra coisa por estes lados e eu ando completamente alheada disso!
PS: Ontem assim que escrevi o post sobre a minha ida à praia, deitei-me na cama e adormeci como se não houvesse amanhã!  A praia tem sobre mim o efeito de Xanax!
PS2:
Eu podia dormir assim
Mas durmo mesmo é assim


Eu sou uma peixa!

Imagem
Diz que aqui esta rapariga foi à praia (Aleluia irmão!) e teve um Domingo daqueles perfeitinhos! A companhia foi a melhor, Mãe, Pai, MJ, T., a Mãe delas e mais um casal amigo e respectivos filhos!  E eu venho toda contente porque passei o dia dentro de água até a pele dos dedos engelhar. E andámos de gaivota. E rimos, fizemos piquenique passeámos e... ai, deixei de estar branca! Estou corzinha de caramelo! YEAH!
Porra, que futilidade de post! Mas pronto, é só para partilhar a minha satisfação com o meu fim-de-semana. Afinal, as melhores coisas da vida são de graça (ou quase!).

Facto aleatório#2

Gosto do sabor da água salgada. Gosto do cabelo com sal, depois de um dia de praia.  Gosto do calor no corpo e do cheiro a protector solar. Gosto da brisa marítima. Gosto de barcos. Gosto do mar.

Meu puto#7

Imagem
A tua Mãe anunciou uma novidade no Facebook (agora só a "vejo" por aqui ou de passagem na rua). Não disse o que era mas disse que estava feliz.  Ora bem, sabemos que grávida é muito improvável que esteja portanto deve ser alguma coisa sobre o namorado. Será que vão casar? A tua Mãe merece tanto ser feliz, sabes bem disso!
A tua irmã anda nas viagens dela, a fugir de um passado que lhe pertence mas que ela não quer. Vejo-a muito raramente e quando a vejo é por pouco tempo. Perdi-a no meio disto tudo e não sei como resgatá-la. Tu saberias, tenho a certeza! Sabias sempre o que fazer e eras o primeiro a agir.  Ao fim de 3 anos, já não te consigo ouvir. Ou se consigo, é em sonhos e já não sei se é uma recordação ou se é a minha memória a pregar-me partidas. Lembro-me do sorriso. Lembro-me do abraço. Lembro-me da tua t-shirt branca da O'Neill. Lembro-me de coisas tão estúpidas e do que seria mais provável lembrar-me, esqueci-me! Quero que saibas que sinto mesmo a tua falta ma…

As saudades que eu não tinha!

Imagem
As bestas dos meus vizinhos voltaram. Acabam as férias para os estudantes e volta o meu tormento nocturno! 
1.40h - As bestas chegam a casa. Saltos-altos (ui que trazem companhia), portas a bater, gritos de umas salas para as outras. 1.50h - Começo a ouvir o chuveiro e com ele a cantoria. Aquele idiota acha que sabe cantar. 2.15h - Porta da rua a bater, procissão bem barulhenta escada  abaixo. SILÊNCIO!
5.40h - Regressam as bestas. Bêbados, barulhentos, música aos altos-berros. 5.42h - Começo aos pulos em casa. Eles calam-se.
Voltaram as bestas e lá tenho eu de ser mal-educada. Avizinham-se problemas! E então se eu ando boa, oh se ando!
Já pensei em "esquecer-me" do dedo na campainha deles ao sair, para obrigá-los a acordar. Já pensei deixar música alta o dia inteiro, para que eles não durmam descansados. Mas depois lembro-me da velhota de cima e... não tenho coragem para fazer nada disso!

Não há palavras que fiquem bem.

Imagem
Sentada nesta cama, num silêncio a custo quebrado pelo som da televisão, dou por mim longe. Longe de Lisboa, longe de ti, longe de tudo o que sinto.  Dou por mim num tempo que ainda não chegou, com metas que ainda não atingi, com pessoas que ainda não conheci. Tenho tudo à minha espera e sinto medo de que nada seja suficiente. Nunca nada é suficiente para mim. Pergunto-me se esta força que me faz mover, me conduzirá até ao que sempre esperei para mim. Mas afinal o que quero? Oh, quero tantas coisas. Quero um emprego que corresponda às minhas ambições. Quero conhecer o amor. Quero ser mãe de, creio, 3 filhos. Quero ter a minha casa.  Quero ter a minha independência. Quero experimentar a liberdade.  Quero mudar alguns (tantos) aspectos da minha personalidade. Quero ter a oportunidade de vencer, mesmo que ainda não saiba bem as regras do jogo. Quero fazer, quero errar, quero tentar de novo, quero acertar. Quero experimentar um abraço espontâneo. Quero que me conquistem.  Quero que corra…

O Amor é ridículo?

"Todas as cartas de amor são  Ridículas.  Não seriam cartas de amor se não fossem  Ridículas. 
Também escrevi em meu tempo cartas de amor,  Como as outras,  Ridículas. 
As cartas de amor, se há amor,  Têm de ser  Ridículas. 
Mas, afinal,  Só as criaturas que nunca escreveram  Cartas de amor  É que são  Ridículas. 
Quem me dera no tempo em que escrevia  Sem dar por isso  Cartas de amor  Ridículas. 
A verdade é que hoje  As minhas memórias  Dessas cartas de amor  É que são  Ridículas. 
(Todas as palavras esdrúxulas,  Como os sentimentos esdrúxulos,  São naturalmente  Ridículas.)
_"Todas as cartas de amor são ridículas"_Álvaro de Campos

Porque aqui também podíamos falar de beleza e moda

Mas como sou pouco dada a essas coisas e não quero criar falsas expectativas quanto ao teor do post, aqui fica a minha dica de beleza!
Não uso cremes hidratantes, esfoliantes e tudo o mais que acabe em -antes. Sou demasiado preguiçosa (e forreta) para ter esse tipo de rituais matinais ou de final de dia. Então a minha sugestão, a única coisa que uso no corpo para além de champô, amaciador e gel-duche, é sabonete de glicerina. Uso há muitos anos, por sugestão da minha mãe quando comecei a entrar na puberdade. Deixa a pele brilhante, macia e é muito raro ter qualquer tipo de borbulha.
Pronto, já fiz a boa acção do dia e dei o meu segredo (ahahah) de beleza. É fácil e podes encontrar em qualquer prateleira de supermercado perto de ti.  Melhor ainda, custa menos de 1€ e dura, dura, dura!

A minha pequena!

É a irmã da minha melhor amiga, chamar-lhe-ei de T. e é uma das minhas grandes amigas. Tem menos 8 anos que eu (o que não é nada pouco) mas é sem dúvida uma das pessoas em quem mais confio. 
É a minha pequena, a minha irmã mais nova. Somos, como costumamos dizer, irmãs não de sangue mas de coração. À parte disto, dos seus 17 aninhos, das nossas diferenças de maturidade (porque existem, como é óbvio), é uma das pessoas com quem gosto de conversar. Sejam conversas sérias ou parvas, seja a rir ou a chorar. Conheço-a há quase 10 anos e tomei-a como minha.
Gosto de pensar que quando ganhei a MJ, ganhei a T.. E que enquanto a MJ foi ficando na minha vida, a T. foi conquistando o seu lugar. 
A T. costuma dizer que a personalidade dela é idêntica à minha. Eu gosto de pensar que somos parecidas em muitos aspectos mas que ela é 100 vezes melhor pessoa. Não tem maldade nenhuma nas conversas que faz e sabe distinguir quais as pessoas que deve aceitar no seu círculo de amigos, coisa que eu com 17…

(Re)descobrir a Rita

Sou uma pessoa extrovertida. De bem com a vida. Acessível quanto-baste. Simpática quanto-baste. Esforçada. Ambiciosa. Feliz. Sou bonita e inteligente quanto-baste (Não vou andar com falsa modéstia, desculpem lá a arrogância!). Sei o que sou. Mas há dias, principalmente estes em que as minhas duas amigas com quem partilho casa se encontram de férias, em que me sinto realmente sozinha.  Vejo TV, oiço música, telefono aos meus pais, mando sms às minhas amigas. Mas isso por si só não é suficiente. 
Só sentimos falta de algo ou alguém quando experimentamos e depois deixamos de ter. Ora lá está, eu experimentei a partilha de sentimentos com uma pessoa e agora sinto falta.
Eu fui uma pessoa pragmática quanto aos assuntos do coração. Fui, já não sou mais. Achamos que podemos viver sem a paixão (ou o que raio me aconteceu pelo caminho) mas quando experimentamos não queremos outra coisa. Não acredito que se esqueça alguém começando a procurar outras pessoas. Ou pelo menos não acredito nisso pa…

Apenas e só porque tenho saudades....

Imagem
Do sorriso.
                                      Do abraço.
                                                    Da gargalhada.
                                                                        Da tua parvoíce.


Perdemos-te há 3 longos e inesquecíveis anos. Já! Só! Fazes tanta falta, Luís*

Cada vez menos creio nos outros!

Imagem
Como pode uma pessoa crer na felicidade, nas pessoas, nas relações, no respeito, na lealdade, se para onde quer que me volte só vejo traições, falta de respeito, infidelidade, pouca transparência?
Como pode alguém estar com outra pessoa que não ama? Pior, como pode alguém fazê-lo e manter a outra pessoa a sonhar com algo que nunca existirá? Pior, como pode alguém fazer outra pessoa perder anos de vida por mero capricho? Há pessoas que são verdadeiramente mesquinhas, baixas e que não merecem nada de nada.
É isso, cada vez menos creio nos outros! Finais felizes? Príncipes? Contos-de-fada? Nunca fui muito crédula quanto a isso e a tendência está em piorar.

Filmes#3

Imagem
SEVEN!
Este filme de 1995 é um dos meus preferidos desde sempre. Porque vi este filme provavelmente demasiado cedo para o grau de violência que nele consta, marcou-me. Porque gosto das interpretações do Morgan Freeman e do Brad Pitt. Porque adoro a fotografia do filme. (Magnífico David Fincher!) Porque adoro o final.
Mas acima de tudo porque adoro o Kevin Spacey!




E a besta sou só eu?

No sábado fomos sair e fomos a uma festa numa terriola nos arredores da minha. A dada altura, a minha cunhada pergunta-me se eu sei do João, ao que eu respondo que não. No entanto, como ele tem amigos naquele grupo, pediram-me para enviar-lhe um sms.
Rita: "Olá João! Então onde andas? O pessoal está aqui todo na XXX (nome da terra) e querem saber se não queres vir aqui ter. Beijinho" João:"Jamaica" Rita:" No Jamaica ou na Jamaica? =P" João:"O quê?" Rita:"Se estás no bar Jamaica ou na Jamaica país..." João: "No país, percebes? Bem longe!" Rita: "Com certeza. Então diverte-te minha besta! :) Beijinho" João: "Se é para me estares a ofender, mais valia nem mandares sms. Estava a brincar contigo mas tu nem isso sabes fazer! Deves achar que podes ser bruta para mim e que eu tenho de calar-me! Fazes isso com quem quiseres, comigo não fazes mais!" Rita: "Nem te vou responder. Fica bem" João:"Nem devias ter m…

Stay positive

Imagem
Vou de fim-de-semana com um rol de certezas:
1) A minha tese está quase terminada! Últimas formatações, correcções de conteúdo e voilá! Acho que em duas semanas já estará em condições (a roçar o perfeita porque sou tão chata com os pormenores) de ser entregue.
2) Novas janelas foram "escancaradas" na minha vida. Publicação de 2 artigos científicos, bolsa de investigação, bolsa de doutoramento. Agora é pensar muito bem nas opções e escolher.
3) Tenho saudades do João. Facto! Não o vejo há duas semanas e tenho saudades. Porra.
4) As férias souberam-me a pouco. A muito pouco!
5) Finalmente paguei a última propina de mestrado! A última propina de sempre, jamais pagarei para estudar! Querem-me? Ajudem-me com as bolsas, ajudem-me a ajudar-vos! Investigação não é pêra-doce e eu sei o que valho. Vá lá, toca a desembolsar!
6) Vou ter de ir sair! Tanto tempo sem noitadas está a deixar-me estúpida.

Bom fim-de-semana a todos!!!

He's the only one for me

"Jolene, Jolene, Jolene, Jolene I'm begging of you, please don't take my man
Your beauty is beyond compare With flaming locks of auburn hair With ivory skin and eyes of emerald green Your smile is like a breath of spring Your voice is soft like summer rain And i cannot compete with you, Jolene
Jolene, Jolene, Jolene, Jolene Please don't take him just because you can
Now, you could have your choice of men But i could never love again He's the only one for me, Jolene I had to have this talk with you My happiness depends on you Do whatever you want to do, jolene Jolene, Jolene, Jolene, Jolene Please don't take him just because you can."
_"Jolene"_Dolly Parton_

Segredos que nunca deviam deixar de o ser!

Imagem
E as pessoas continuam a deixar-me boquiaberta com o que dizem e sentem! Eu tenho pena dos animais, óbvio que tenho! Custa-me ver animais ao abandono, a sofrer, a passar fome, a serem maltratados! Mas porra, se há situações que me deixam "sem chão" são pessoas que não têm onde dormir, o que comer, o que vestir! Claro que há situações e situações, há quem se sujeite a esse tipo de vida porque não quer trabalhar ou ter responsabilidades na vida mas porra, dizer que a situação dos animais comove mais do que a de pessoas?!
Ora cá vai um exemplo do que falo... Perto da minha casa cá de Lisboa há uma rua que é utilizada por muitos sem-abrigo para passarem a noite, com cartões e nos halls de entrada das lojas.  Eu e a MJ costumávamos ir levar refeições a alguns dos que lá estavam, refeições essas que sobravam das que tínhamos preparado para nós (por vezes fazíamos um pouco mais de arroz ou massa para chegar para mais alguns) e íamos levar para que essas pessoas tivessem pelo menos…

Cheguei aos 40!!!

Seguidores!! Pensavam o quê? 
Cheguei aos 40 seguidores e isso não foi nada fácil! Há sempre alguns que se cansam da minha parvoíce e abandonam o "barco" mas pronto, prometo que vou tentar ser mais simpática, escrever textos mais fófinhos, falar de moda, sugerir lojas e vernizes, não dizer palavrões, não reclamar.... ou então não!
Aos 40 que por aqui andam, prometo continuar a não dizer grande coisa de proveitoso. Isto posso prometer! Mas vá, obrigada por andarem por aqui, mesmo aqueles omnipresentes ;) 


"(...) Gracias a la vida, que me ha dado tanto, me ha dado el sonido y el abecedario, con él las palabras que pienso y declaro, madre, amigo, hermano, y luz alumbrando, la ruta del alma del que estoy amando. (...)"

_"Gracias a la vida"_Violeta Parra_

Sábado à noite

Vai uma pessoa descansada da vida a sair do bar, onde não bebeu mais nada para além de Ice-tea e é mandada parar pela GNR. Até aqui tudo bem, estão a fazer o trabalho deles. O problema surge apenas no seguinte: quem me mandou parar é meu conhecido e tinha estado no mesmo bar duas horas antes de entrar de serviço. Viu que não bebi, sabe qual é o meu carro e... anda a tentar cantar-me a cantiga do bandido.
GNR: "Ora muito boa noite, faça favor de apresentar os seus documentos." Eu [toda vermelha quando vejo quem é o GNR]: "Só um momento..." GNR: "Então a menina esteve a beber?" Eu:"Não, não bebi nada..." GNR:"Então esteve no bar e não bebeu nada? Vai aos sítios e não consome?" Eu [já a apetecer-me dar-lhe uma resposta daquelas]: "Bebi ice-tea..." GNR:"Então vamos lá soprar no balão." Eu [que nunca tinha soprado]: "Vamos lá então..."
[Soprei no balão.]
GNR [sem mostrar o resultado]: "E mais não esteve a beber...…