quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Da janela do meu quarto...

A janela do meu quarto é voltada para o rio, permitindo sentir aquela brisa, ouvir o som da água a correr e a movimentação de quem passeia pela ponte.

Quando chego a casa, sejam as horas que forem, é à janela do meu quarto que passo uns bons minutos ou horas. Onde penso em muitas coisas mas principalmente onde encontro a calma e o silêncio que por vezes preciso.
Da janela do meu quarto vejo namoros, vejo brigas, vejo bebedeiras. Vejo a vida a decorrer e sinto-me bem. 
Da janela do meu quarto lembro-me de tempos que já foram, lembro-me de pessoas que já me pertenceram, lembro-me de um mundo que não mais existe.
A janela do meu quarto é a ponte para o meu passado. É da janela do meu quarto que encontro a Rita de que tanto gosto.


4 comentários:

  1. Espero que isso não seja à beira Tejo, senão para além disso também levas com um cheirinho um bocado desagradável quando está maré baixa...

    ResponderEliminar
  2. A foto parece-te o rio Tejo? :)

    Não, eu moro no campo ao fim-de-semana ;)

    ResponderEliminar
  3. Contemplar o rio/mar é sempre algo que nos enche a alma e revigora! :)

    ResponderEliminar

Todos temos os nossos dias, as nossas opiniões, as nossas afinidades. Felizmente nem todos gostamos do mesmo.

Aceitam-se elogios. Aceitam-se críticas construtivas.

Dispenso insultos e estupidez gratuita.

Welcome stranger ;)