Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2016

Facto aleatório#6

Imagem
Uma cura? Sentir a mar nos pés, ao fim do dia! Um dia vou viver junto ao mar e vou estar em paz para sempre!

Da falta de amor

Imagem
Da falta de amor de terceiros e da falta de amor próprio!  E eu, que sempre me amei em primeiro lugar, deixo que me trates assim, como se não significasse nada! Estava tudo bem enquanto eu tinha os pés na terra e pensava com a cabeça e não com o coração. Esteve tudo bem até que voltei a acreditar em ti!
Fazes de mim uma mulher tão fraca!

??????????????????

Imagem
Não me devia parecer errado, não é? Devia ver tudo cor-de-rosa, borboletas, sol. Devia sentir-me leve e feliz. Se estou apaixonada, era assim que me devia sentir, não é? Então porque raio sinto que vai correr mal, que vou magoar-me com isto tudo? 
Estou com um mau pressentimento em relação a isto tudo. João, tu deixas-me tão baralhada!!

Qual é a TUA dúvida?

Imagem
Se queres, queres! Faz acontecer! Deixa-te de merdas e vem logo de uma vez. Não perturbes para depois desapareceres.
MERDA para isto que sinto.

Merda merda merda

Imagem
O Avô ontem foi para o hospital. Está com uma infecção respiratória. O que para nós pode ser corriqueiro, para quem está com o sistema imunitário fraco é uma complicação.
MERDA

Do medo de sair magoada

Imagem
Estivemos horas a conversar. Nas festas, no meio de tanta gente, o meu mundo parou. Só te ouvi a ti, só te vi a ti. Deste-me a mão e um beijo delicado na boca. Estava tão insegura (já vi esta cena num outro tempo) que voltaste a beijar-me e deste-me uma carícia na cara. Fomos conversar para um local mais isolado e falámos de tudo. Volto a dizer, contigo é tão simples de falar. 
Espero sinceramente que saibas o que andas a fazer(-me). Porque eu não sei!
Só sei que estou onde há muito queria estar.

O meu Avô tem alzheimer#8

Imagem
O Avô já está em casa há quase dois meses. Voltar para a sua rotina, para as coisas que lhe são familiares tem-lhe feito muito bem, apesar de tantas mudanças. Cama articulada, cadeira de rodas, cadeira de banho, uma cuidadora. São muitas mudanças, quer para ele, quer para nós. Mas por incrível que pareça tem tido dias muito bons, animados, com vontade de conversar e sair. 
Ontem teve o primeiro dia "Não". Não estava nele, não reconheceu ninguém. Dei por ele com medo, ansioso. Sentei-me no chão, ao lado da cadeira de rodas, olhei-o nos olhos, chamei pelo nome dele (nestes dias não lhe posso chamar de Avô). "O que se passa?" - perguntei. Novamente aquele olhar perdido e desesperado. "Estás assustado?" (Acenou com a cabeça). "Estás na tua casa. Aqui nasceram os teus filhos, viveste aqui a vida toda.". Captei-lhe a atenção. Dei-lhe uma festinha na cara e disse-lhe que ia ficar tudo bem. Perguntei se queria ir dormir um bocadinho, que ia sentir-se m…

no te entiendo

Imagem

Filmes#5

Imagem
O primeiro, o único DIE HARD. Com o fantástico Bruce Willis. Aquele filme que tinha gravado em VHS e que via vezes e vezes sem conta na casa dos Avós, com o meu mano.


é difícil estar apaixonado

"É difícil estar apaixonado num mundo em que o facebook te pergunta em que é que estás a pensar, te diz em que evento vais estar e quantos amigos em comum tens com toda a gente. É difícil ires conhecendo alguém quando toda a gente ja conhece toda a gente e existe sempre um amigo do amigo que sabe de uma história com um primo de um afilhado. O mundo funciona a uma velocidade oposta à do amor. Já não há tempo para o era uma vez nem esperança num final feliz. Agora é tudo atabalhoado, tudo aos tropeções, andamos todos numa correria a cruzar caminho com milhares de gente e tentamos encaixar o amor na nossa rotina como uma tarefa que rezamos para que "não nos dê chatices". Eu quero que me digas em que é que estás a pensar, as 3 da manhã com a tua t-shirt vestida. Quero que me apresentes pessoas que eu não conheço, quero que me convides para ir aos sítios sem que o computador me diga. Eu quero ir descobrindo que bebes café só com uma colher de açúcar e que não gostas de canel…

A eterna sonhadora

Imagem

Que vergonha!!

Imagem
Cromo! Este cromo trocou de telemóvel, deu o antigo à Mãe e ESQUECEU-SE de fazer log out na conta do facebook e messenger. Conclusão, a senhora está a receber todas as mensagens que temos trocado desde ontem. TODAS!
O teor das mesmas, apesar de inocente, é muito embaraçoso e lá estou eu a passar vergonhas. Resposta do João: "Não percebo tanta preocupação, qual é o problema da minha Mãe saber que estamos juntos?".
A sério?????!!!

E agora?

Jantamos todos juntos, para irmos para as festas da terriola, como num tempo que parecia impossível de voltar. Risos, jogos. Pensei para mim "que saudades que tinha de te ter na minha casa!". Mantive a distância como me habituei a fazer naquele tempo. Mas tu procuraste-me sempre. Fomos ao café, sentaste-te ao meu lado e conversámos. Contigo foi sempre tão fácil falar. A conversa flui e não tenho de forçá-la. Fomos ver o concerto e perguntaste se não queria beber uma ginjinha contigo. Nunca antes tinhas querido estar perto dos meus amigos mas estiveste a noite toda com eles. Brincaste, riste, conversaste com eles. Até com a T., o que achei amoroso pois vocês nunca se suportaram.  A meio da noite perguntaste se não podíamos ir um pouco para perto dos teus amigos, que também são meus. Hesitei, saí há pouco de uma relação com alguém de quem todos gostam e que todos conhecem mas fomos. Não me escondeste! Tu João, que nunca quiseste andar comigo perto de tantos outros, não me esc…

Updates

Imagem
Como actualizar os últimos 8 dias da tua vida sem que te esqueças de nada de importante? 1) Estive com o João. Não posso intitular-me de fraca porque isso estaria apenas correcto se eu tivesse lutado contra "isto" e não foi o que aconteceu. Fui de livre e espontânea vontade e olhem, por agora estamos com um jantar e cinema marcados para quarta-feira. A ingénua diz "vamos ver no que dá" e a pessimista diz "estúpida que vais levar uma marretada forte e depois choras". Afoguei a pessimista na banheira.



2) Vim do Sudoeste. Foi novamente brutal, com companhia brutal. Concertos que me fizeram bater palminhas: Leonor Andrade, João Pedro Pais, ÁTOA, Diogo Piçarra, C4 Pedro, Kura, Salvat.
Concertos que já sabia que me iam desiludir: Seu Jorge, James Morrison, Aoki
Concertos que nem todos admiraram mas que eu adorei: SIA, Matim Garrix.
Os que detestei: Whiz Kalifa, Virgul. 




Sou uma fã Tuga confessa!
3) Aproveitei para conhecer sítios lindos de morrer, como o lindo…