Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2012

Fui roubada!

Ontem fui dar uma voltinha à noite, com uns amigos e acabámos no Galeto, algures no Saldanha. O estabelecimento é enorme, tem esplanada e acabámos por beber umas imperiais. Risos, conversas parvas e um bom serão.
Chega a altura de pagar e pedimos a conta. € 30,60! Ora somos 6 pessoas, cada uma tinha bebido 2 imperiais. Chamo o empregado...
Rita:"Olhe, desculpe, mas não estará enganado na conta?" Empregado [ao agarrar no talão]:"Não... parece-me tudo em ordem." Rita: "Mas vieram 12 imperiais para a mesa e a conta está em mais de 30 euros." Empregado: "Cada imperial custa 2,55€" Rita [enquanto os meus amigos ficam com caras de parvo e de boca aberta]: "Quanto?!" Empregado: "2,55 euros" Diogo [um dos meus amigos]:"É por causa do serviço de esplanada?" Empregado:"Não, a imperial tem o mesmo preço com ou sem serviço de esplanada."
Abismados, pagámos a conta e à saída eu digo para os meus amigos "A cerveja aqui é …

Os que me inspiram#3

Imagem
Milan Kundera


"A insustentável leveza do ser." Checoslováquia. Destino. Amor. Liberdade humana. "A brincadeira".


People are always shouting they want to create a better future. It's not true.  The future is an apathetic void of no interest to anyone.  The past is full of life, eager to irritate us, provoke and insult us, tempt us to destroy or repaint it.  The only reason people want to be masters of the future is to change the past.”



Ando confusa ou serei mesmo parva?

Imagem
Não sou dada a mandar sms, nunca fui. Enquanto estive com o João, só muito raramente trocávamos sms, apenas uma ou outra ocasional. Sou mais de telefonemas e conversas cara-a-cara. 
Mas hoje dava tudo para que o telemóvel tocasse com um sms dele. Sinto falta das nossas conversas e da nossa cumplicidade. Habituei-me a tanta coisa que já não faz sentido, nem sei bem porquê.
Tenho noção que o que me faz falta é da pessoa que ele é. Ou que ele era comigo. Ou se calhar da pessoa que eu sou com ele. Porque quando o vejo, não encontro essa pessoa por quem me apaixonei. (Será mesmo que me apaixonei ou apaixonei-me pela ideia do que tínhamos?).
Quando alguém é importante na nossa vida, a uma dada altura, como é possível deixar de sê-lo de repente? Não é, pois não? Isso quer dizer que nunca fui importante para ele?  E será que realmente ele é/era importante para mim? Ou sou eu que sou demasiado volúvel que ao fingir um sentimento acabei por deixá-lo nascer?
Ou esta conversa toda sou eu a quere…

Uma grande verdade...

Imagem
Continuo sem saber porquê e não há dia em que não pense nisso. Tenho tantas saudades tuas, puto!
Imagem tirada do Shiuuu

Correr, correr, correr.

Imagem
Tenho saudades de sentir o corpo quente e a latejar. Saudades do queimar dos pulmões quando tento respirar. Sentir os músculos a contrair e a dor a surgir enquanto vão arrefecendo. Sinto saudades da camaradagem, da união, das tácticas delineadas em cada treino.
Sinto saudades de jogar futsal e dos treinos. De sentir o cansaço físico mas de sentir-me preenchida. Sinto saudades de fazer sprints, de correr com a bola no pé, da dinâmica de jogo.
Sinto saudades principalmente de nunca me cansar. A puta da idade não perdoa.

PS: Tenho feito os meus abdominais diários, para descargo de consciência, mas já não consigo sentir aquela dorzinha que de início sentimos. Gosto dessa moinha.

Merdas que me incomodam

Imagem
Queria meter outro título mas "Coisas que me incomodam" ou "Cenas que me incomodam" não eram títulos dignos do que quero dizer, isto porque realmente há MERDAS que me incomodam, irritam e estupidificam-me (oh palavrão!)
Alguém me consegue explicar a necessidade das pessoas andarem com os óculos-de-sol metidos na tromba quando estão a andar de metro? Não há sol, não há vento, não há porra alguma que torne indispensável o uso de óculos. São óculos-de-SOL!
Depois acontecem figurinhas como a de hoje, quando um rapaz (de óculos metidos na cara) está a mandar sms e aproxima telemóvel, afasta telemóvel, aproxima telemóvel, até que tem a brilhante ideia (tcharaaaam) de, imaginem só, tirar os óculos. 
Pensamento meu: "Descobriste agora que às escuras os óculos não são precisos ou deixaste de trabalhar com painel solar?"

PS: Estou de mau-humor hoje, qualquer merda me irrita.


Sonhar não chega mas é um começo

Imagem
"Não sou nada. Nunca serei nada. Não posso querer ser nada. À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo. Janelas do meu quarto, Do meu quarto de um dos milhões do mundo que ninguém sabe quem é (E se soubessem quem é, o que saberiam?) (...)"
_"Tabacaria"_Álvaro de Campos_

Ena pá, é para sempre!

Imagem
Ontem à noite fui beber cafezinho com a C. (a minha amiga que agora vive comigo) a CM, uma amiga nossa (grande grande) que já perdura desde os 3 aninhos! Que bem que me soube, por muito pouco tempo que tenha sido, estar com elas a conversar. A falar de assuntos sem importância e a falar de assuntos sérios. A rir e a concluir que o tempo passa tão rápido (demasiado). Mas sentir que por muito tempo que passe, há coisas que realmente não mudam e ainda bem!
Já aqui frisei antes que os meus bons amigos já me acompanham desde a creche. Há 22 anos que os tenho a meu lado, para o bem e para o mal! Somos sempre o mesmo grupinho e encontramo-nos frequentemente, para matar saudades (a vida trilhou-nos caminhos distintos) e voltarmos a ser apenas nós. 
Nestes bocadinhos esquecemo-nos que somos Engenheiros, Enfermeiras, Fisioterapeutas, Assistentes Sociais, Mecânicos, Músicos e tudo o mais que cada um de nós se tornou. Voltamos apenas a ser os mesmo de sempre, num tempo que para nós é e será semp…

Meu puto#7

Imagem
3 anos de ausência. 3 anos de saudade. 3 anos de revolta. 3 anos de incompreensão.

Onde quer que estejas, sorri!  *Jamais te esqueceremos* 

Au revoir, mon amour

Imagem
Senti-te de manhã. O dia solarengo a espreitar pela cortina. O canto das aves, que insistem em acordar cedo demais. O despertador toca mas já estou acordada há demasiadas horas. Senti-te porque senti a tua ausência. A ausência de nós. Senti a tua perda, não porque tenhas partido mas porque nunca me pertenceste.  Tomo duche. Esfrego a pele até que doa. Talvez assim o teu cheiro me liberte. Talvez assim o amor que emano pelos poros seja apagado definitivamente. Visto-me. Não interessa a roupa, muito menos o que calço. Voltei à rotina de outrora, em que nada importa porque a minha aparência já não faz sentido. Não preciso de estar bonita. Não me olho ao espelho. Escovo os dentes e penteio-me. Faço a cama. Num compasso apressado e automático. Sinto-te novamente. Em outro local. Com outras pessoas. Longe de mim. Esquecido de nós.


Sei que acabou e que assim é melhor.
Não posso odiar-te porque o único mal que me fizeste foi não me amar. Portanto ódio não sinto.
Sinto pena que um amor tão bo…

Voltei!!!

As minhas férias terminaram. Foram 15 dias aproveitados ao máximo e que me deixaram mais cansada do que o que estava, pelo menos fisicamente. Vou fazer um resumo breve:

1) Não fui à praia dia nenhum. Nem praia, nem piscina, nem bronze. Assim que cheguei à terra, quando dei por elas, as festas entraram de rompante. Chegaram, viram e venceram. Foram dias tão bons, rodeada dos meus amigos, com muita diversão, música e tudo a que tenho direito.

2) Fui de férias mas tenho o trabalhinho extra, para ganhar mais uns trocos, pelo que "vadiava" à noite mas tinha de trabalhar durante o dia. Andei 9 dias a dormir o máximo de 3h mas pronto, quem corre por gosto não cansa! (Cansa cansa! ahah)

3) Lembram-se do M.? Pois bem, descobri nas festas que tem namorada. Oficial, com direito a conhecer os papás da moçoila e... eu conheço-a! Oh mundo pequeno! Mas pronto, nada que o meu instinto não tivesse já desconfiado. Ainda bem que não lhe dei conversa.

4) E lembram-se do João? Pois bem, vi-o apenas …

Vou ali e já volto

Imagem
É hoje! Hoje entro de férias!  Finalmente, já tenho o cérebro frito e uma vontade enorme de não fazer nadinha de nada! Até daqui a 15 dias, pessoal. Férias, para mim, são sinónimo de computador desligado.
Até ao meu regresso, espero que mais inspirada e menos sarcástica.

Pouco a pouco

Imagem
"(...) Mas agora,  se pouco a pouco me deixas de amar  deixarei de te amar pouco a pouco. 
Se de súbito  me esqueceres  não me procures,  porque já te terei esquecido. (...)"
Pablo Neruda, in "Poemas de Amor de Pablo Neruda"

Disse(-me).

Imagem
Disse palavras dignas de recordar . Palavras que quis ouvir vezes e vezes sem conta. Bonitas. Sábias. Meigas. A transbordar de amor. Desejo. Respeito. Doçura. Disse uma única palavra amarga. Acutilante. Feia. Bolorenta. E todas as outras passaram para segundo plano, dando espaço à dor que nem mil navalhas conseguiriam equiparar.

O perdão é um acto de amor. Amor por ele, amor por mim.
Desvanece-se a raiva, dá-se lugar a quê?
Perdoar não é sinónimo de voltar atrás. Perdoar não é reacender um amor. Perdoar é apenas apaziguar e resolver.
Ponto final.


PS:  Não é que tenha havido qualquer tentativa de reaproximação. Mas eu sei que vai haver. Estou só a consciencializar-me disso.

MJ

Imagem
Já falei aqui da minha Melhor Amiga. Sim, tenho uma Melhor Amiga e sei que estamos ali uma para outra. Adiante...
Sabem aqueles olhares que trocam com alguém cheios de significado? Não são os olhares de flirt, de sedução. Os olhares de cumplicidade. Os olhares de "Estás a ver o mesmo que eu? Achas normal?" ou os olhares de "Que gajo giro, 'bora meter conversa?" ou ainda "'bora dar conversa a estes tipos para termos bebida à borla?", este género de olhares. Não se têm com qualquer pessoa. Eu tenho esta troca de olhares com a MJ. Basta pensar segundos em algo, assim que olho para ela, lá está o sorriso cúmplice e o respectivo olhar a dizer "Estás a pensar no mesmo que eu?". Hábitos que se criaram em anos e anos de convivência. Amizade daquelas que nunca antes tinha encontrado. A cumplicidade, a confiança. Pode até haver distância física actualmente, cada uma tomou um rumo profissional mas as trocas de sms são diárias e, assim que nos junt…

Os que me inspiram#2

Imagem
Sally Field

Grande actriz. Simpática. Premiada Norma Rae Óscar de Melhor Atriz (1979) Óscar de Melhor Atriz (1984) Places in the Heart Brothers & Sisters Personagem marcante: Mãe da Abby do ER, com bipolaridade. Voz única. Carismática.





" Hero’s come in all shapes and sizes Some of them are big surprises Matters not just who they are They come from near and some so far (...)"
_"Hero's"_Jim O'Donnell_

A minha praia

Imagem
Porque eu gosto mesmo é de praias alentejanas, com pouca gente e praticamente desconhecidas. A minha praia desde que nasci, que já era a praia de eleição dos tempos de solteiros dos meus pais, era a de Manta-Rota. Adorava aquele sossego, com poucas pessoas no areal, a praia a 5 minutos de uma caminhada agradável pelas dunas. Ainda gosto desta praia mas está tão mudada, popular. Desde que o MantaBeach por lá apareceu, cheio de VIPs e confusões, desde que o Passos Coelho é o 1ºMinistro, aquele areal está mais cheio do que o barrete  do Manuel Vilarinho em dias de festa. Portanto, de há uns 3 para cá, fiquei pela Costa Vicentina. Adoro!
Falando nesta praia "deserta" das fotos, é uma praia de difícil acesso pois fica encerrada numa falésia. A única forma de chegar lá é descendo a dita e o terreno ainda é íngreme. A sorte é que já lá colocaram uma corda para uma pessoa conseguir içar-se, se bem que eu acho a descida mais complicada do que a subida. Mas isso sou eu, gosto sempre …

Os que me inspiram#1

Imagem
Rosa Lobato de Faria

Senhora. Artista. Poeta. Actriz. Intemporal. Melodia. Adeus. Simpatia. Riso. Profissional.


O tempo tem aspectos misteriosos Um ano passa a toda a velocidade, E um minuto, se estamos ansiosos Parece, às vezes, uma eternidade (...)"
_"O Tempo"_Rosa Lobato Faria_

15 dias de férias

Imagem
Vou ter finalmente o meu merecido descanso. 15 dias de férias. E quero aproveitá-los ao máximo e na melhor companhia.

Vou para a terrinha, longe da cidade.

Praia sossegada, sem a azáfama da Costa ou das praias da linha.

O meu campo. O meu silêncio.

O início das festas da terrinha, com o sempre fantástico Fogo de Artifício.
Largadas de Toiros pelas ruas.
As grandes corridas de Toiros.
O tradicional cortejo etnográfico.
O festival de Rancho Folclórico.

Os petiscos das Tasquinhas. Jantaradas de amigos. A Sangria e a Cerveja. Os concertos de verão.
As tasquinhas. As noitadas. A festa que nunca acaba. A discoteca ao ar livre.
Os Pequenos-Almoços/Almoços/Jantares fora de horas.

O fogo de encerramento.
As festas estão aí e como eu adoro esta semana de puro entretenimento. Festas de Verão, populares e tradicionais, são do melhor que há!
Daqui a 3 dias vou de férias e vai ser até fartar!

Walk away

Imagem
Nova Mensagem Recebida João
Abrir "Tenho saudades tuas..."
Opções Responder .... Eliminar
Vai-te f*der e deixa-me em paz. Agora há-de ser quando e se eu quiser!

Talvez não saibas

"Talvez não saibas  Mas dormes nos meus dedos  De onde fazem ninhos as andorinhas  E crescem frutos ruivos e há segredos  Das mais pequenas coisas que são minhas 
Talvez tu não conheças mas existe  Um bosque de folhagem permanente  aonde não te encontro e fico triste  Mas só de te buscar fico contente 
Ao meu amor quem sabe se tu sabes  Sequer, se em ti existe, ou só demora  Ou são como as palavras essas aves  Que cantam o teu nome e a toda a hora 
Ao meu amor quem sabe se tu sabes  Sequer, se em ti existe, ou só demora  Ou são como as palavras essas aves  Que cantam o teu nome e a toda a hora 
Talvez não saibas mas digo que te amo  E construir o mar em nossa casa  Que é por ti que pergunto e por ti chamo  Se a noite estende em mim a sua asa 
Talvez não compreendas, mas o vento  Anda a espalhar em ti os meus recados  E que há por do sol no pensamento  Quando os dias são azuis e perfumados 
Oh meu amor quem sabe se tu sabes  Sequer, se em ti existe, ou só demora  Ou são como as palavras essas aves  Que canta…

Meu puto#6

Imagem
Faltam 8 dias para a porcaria do dia em que desapareceste. 8 dias para que a contagem aumente. Vai fazer 3 anos e parece tudo tão presente. E tu tão ausente. 36 meses.  Quando a data se aproxima a passos largos, as minhas insónias ganham vida. E mantêm-me acordada porque sei que vou sonhar contigo e com aquela noite e simplesmente não quero.  Estou farta de pesadelos, noites mal dormidas, indisposição. Eu sei que isto passa mas é como se aquela noite e aquela semana sejam revividas todos os anos.  Às vezes apetece-me falar com a tua Mãe sobre ti. Ou com a tua irmã. Mas que direito tenho eu de estar a trazer novamente a tua partida para o presente? Se bem que nunca chegaste a partir. Sempre quis acreditar que existe algo de transcendente. Acreditar que existe realmente um sítio para onde ir, no fim de tudo. Um sítio onde possamos encontrar-nos todos, um dia.  Mas tu nunca perdurarias no mesmo sítio para toda a eternidade.  E depois sinto falta da tua voz, que a custo vou relembrando. …

Largueza da copa!

Imagem
Já aqui falei nisto, quando andava tudo bem connosco. E confesso que não entendo bem este tipo de atitudes. 
Ontem estava em casa, a passar creme nas pernas porque tenho de ter aquele cuidado com a minha pele, e recebo um telefonema. Era o F., o meu namorado dos 15 aos 18 anos. Nós damo-nos bem, mantivemos o contacto mas nada de especial.
F.: "Olá, então tudo bem?" Eu: "Tudo óptimo e contigo?" F.:"Também, está tudo bem. Olha, quero...
Eu[Ao deixar cair o frasco do creme]: "Merda, espera lá que deixei cair o creme..." [Entretanto tenho as mãos com creme e deixo cair o telemóvel] "Merda!" F.:"Isso 'tá complicado... que andas a fazer?" Eu: "Estava a meter creme nas pernas e tenho as mãos escorregadias" F.: "Hum, creme... queres ajuda a passar o creme?" Eu: "O quê?!" F.: "Se queres ajuda a meter o creme no teu corpo..." Eu[a rir]: "E ganhares juízo, isso já não te apetece? Isto há com cada um..…

I'll ask for the sea

Imagem
"Don't drag my love around Volcanoes melt me down"

_Volcano_Original: Danien Rice Cover:  Phillip Phillips

Quando a noite chega

É quando a noite chega que o meu amor me arrebata. Quando a noite cai, quando o céu escurece, quando o silêncio impera. Procuro-te na noite e sei que não estás comigo. Não é a ausência física que me entristece, a essa acabei por habituar-me. O que me inquieta é não te ter comigo para conversar sobre o nosso dia,fazer planos ou simplesmente rir. 
Não quero o teu amor por empréstimo. Não quero isso que sentes, tantas vezes mascarado de amor. Escolhi-te a ti e nem sei bem porquê. Pensando bem, não te escolhi. Acolhi-te na minha vida quando ultrapassaste as barreiras que criei. Esforçaste-te para isso, como poderia mandar-te embora? Sei que o que vivemos não foi nada do que projectei. Porque, embora sempre o negasse, era contigo que me via daqui a uns anos. 2, 5, 10. Não interessa. Eu negava quando me perguntavas se te amava. Neguei sempre. E não em arrependo de tê-lo feito. Terias ido embora muito antes de tudo o que tivemos, esse tudo a que agora me agarro e de que sinto saudades. Nunc…

Competência

Imagem
Hoje o meu dia tem sido passado assim. Tratamento de dados. Está explicada a falta de disponibilidade para aqui vir mais frequentemente. E ainda bem que assim é, preciso da mente ocupada com o trabalho para não pensar em mais nada.
Estou quase de férias. Falta o quase e este ainda é gigante. Mas gosto do que faço, isso é importante, certo? Tem de valer alguma coisa ser boa no que faço. Tem mesmo. Gosto de ser competente e terminar tudo a tempo e horas. Quero ir de férias com tudo tratado e estou no bom caminho.
Gosto de números, tabelas, gráficos, estatística e tudo o que envolva raciocínio lógico. Gosto de desafios que me façam superar o que acho que são os meus limites. Porque os nossos limites nunca são aqueles que pensamos, gosto de ir aumentando os meus. Mas não é por gostar de números que não gosto de outras temáticas. Gosto de História. Gosto de Ciências. Gosto de Desporto. Gosto de Literatura. Não gosto de Geografia. Não gosto de Economia.  
Nós somos aquilo que queremos. Eu …

Ever ours.

Imagem
Ever thine. Ever mine. Ever ours.




Guarda-me. Pede-me. Deseja-me. Sonha-me. 
Eu. Tu. Se saltas, eu salto.