Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2015

Que nojo de pessoaaa!

Imagem
"Quando morres, nem te apercebes que morres, morres e pronto. Quem sofre pela tua ausência são os que cá ficam. Acontece o mesmo quando és estúpido."
Sabem aquelas "pessoinhas" que tentam de tudo para nos espezinhar?? Que acham que são mais e melhor? Pois é, eu tenho uma colega de trabalho assim. Uma verdadeira "alpinista", que trepa por cima de todos, sem dó ou piedade. Pior, trepa e não chega a lado algum. Apenas faz mal às pessoas, prejudica-as, fá-las sentir mal. 
Ontem tive uma discussão daquelas com ela. Porque aproveitou as fragilidades de um colega, mais velho mas inocente/boa-pessoa/pacífico, que se deixou ficar enquanto essa cabra gozava e humilhava. Não posso com estas coisas. Dão-me asco e vontade de partir para a agressão. Então disse-lhe a frase com que iniciei este post. Saiu-me, certinha e direitinha. E eu, que desde que estou neste trabalho coloquei um "filtro" para não dizer tudo o que me vem à cabeça, dou por mim a tirar toda…

Porque os amigos nem sempre nos dão palmadinhas nas costas!

Imagem
2 comentários: Raven8/07/2014 03:27:00 da manhã Ainda, Rita? :/
O pior não é continuares com ele, é constantemente escreveres a palavra "acabou" ou "nunca mais". Mostra que não te conheces nem sabes o quão essa relação te domina. Seria mais util reconheceres que tens um problema de dependencia. Eu fiquei mais tempo do que deveria com um João, também. Mas sempre soube que era eu que tinha um problema. Quando usei a expressão "terminou", foi a sério. Já lá vão 6 meses e sem nenhuma vontade de olhar pra trás. Faz um favor a ti mesma: vive com dignidade e despeja esse homem da tua vida. ResponderEliminar Respostas Rita2/23/2015 11:35:00 da manhã Nunca te respondi a isto porque fiquei realmente irritada. Por saber que tinhas toda a razão do mundo e por me fazeres sentir uma cobarde. Hoje entendo o que quiseste transmitir. Hoje o "terminou" foi dito com toda a certeza do mundo. Obrigada por estares aqui, Raven* Eliminar Responder Adicionar comentário

O meu novo eu...

Não consigo explicar aquilo que neste momento sinto. Sinto-me bem, com uma tranquilidade e calma que não pensei que fosse ter tão depressa. Sinto que conheci alguém que pode fazer com que eu volte a acreditar em cumplicidade, relações, Amor.  Claro que tenho medo, afinal as desilusões na vida fazem com que fiquemos com o pé atrás quando tudo parece bom demais. Só sei que já merecia alguém assim, que me dá atenção, que se importa comigo, que me conhece bem e que, ainda assim, quer conhecer melhor. Uma pessoa que não me quer esconder, que é seguro e que deixa que a palavra "Futuro" entre nas conversas, não fazendo dela tabu.  Tenho muito receio. De estragar uma amizade que há muito existe (não é um grandeeee amigo meu mas é alguém por quem sempre tive carinho e que conheço desde sempre), de me magoar mas, acima de tudo, de magoá-lo a ele. Ele que é uma pessoa espectacular, que me faz rir como ninguém, que é preocupado com os outros, é trabalhador e cheio de objectivos de vida…

Deus escreve direito...

A minha melhor amiga conseguiu emprego na área dela. Ao fim de 4 anos a procurar, sem nunca desistir, conseguiu! Estou tão feliz e tão orgulhosa! É a melhor pessoa do mundo, que merece tudo de bom. Estou tão feliz!!!!

Arrisco ou fujo?

Imagem
Não sei se estou a fazer bem ou mal. Não sei o que sinto e o que vai acontecer. Conheci uma pessoa que me faz rir e sentir bem. Mas ainda faltam as borboletas... Ainda não chegaram. Mas acho que vou tentar. Logo se vê, não é?