quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

O meu novo eu...

Não consigo explicar aquilo que neste momento sinto. Sinto-me bem, com uma tranquilidade e calma que não pensei que fosse ter tão depressa. Sinto que conheci alguém que pode fazer com que eu volte a acreditar em cumplicidade, relações, Amor.
 Claro que tenho medo, afinal as desilusões na vida fazem com que fiquemos com o pé atrás quando tudo parece bom demais. Só sei que já merecia alguém assim, que me dá atenção, que se importa comigo, que me conhece bem e que, ainda assim, quer conhecer melhor. Uma pessoa que não me quer esconder, que é seguro e que deixa que a palavra "Futuro" entre nas conversas, não fazendo dela tabu. 
Tenho muito receio. De estragar uma amizade que há muito existe (não é um grandeeee amigo meu mas é alguém por quem sempre tive carinho e que conheço desde sempre), de me magoar mas, acima de tudo, de magoá-lo a ele. Ele que é uma pessoa espectacular, que me faz rir como ninguém, que é preocupado com os outros, é trabalhador e cheio de objectivos de vida.
Não sei como aconteceu mas foi crescendo entre nós uma cumplicidade e ligação fora do normal. E ele faz-me arrepiar, tremer e sentir aquele friozinho na barriga. Não sei o que isto é ou se vai dar em alguma coisa mas sei que quero tentar. 

Com Amor,
Rita*


2 comentários:

Todos temos os nossos dias, as nossas opiniões, as nossas afinidades. Felizmente nem todos gostamos do mesmo.

Aceitam-se elogios. Aceitam-se críticas construtivas.

Dispenso insultos e estupidez gratuita.

Welcome stranger ;)