Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2012

Obrigada!

Imagem
Servindo-me da inspiração do Shiuuu, hoje resolvi apenas agradecer pela família fantástica que tenho. Unida, Estruturada, Estável e que me trouxe exactamente onde estou. Sinto-me grata e nunca conseguirei retribuir justamente tudo o que sempre fizeram por mim.

Pai: Pelo Paizão que sempre foste! Pelas brincadeiras, pelo gosto pela natureza, pelas conversas sérias, pela cultura que me incutiste, pelo gosto pela aprendizagem! O meu feitio complicado é a cópia completa do teu, talvez por isso nos damos tão bem!

Mãe: Por nunca me teres deixado faltar nada, pelo gosto pela Matemática, pelo gosto pela leitura, pelos sermões nos momentos certos, pelos valores, por me teres ensinado a distinguir o bem e o mal e por me amares acima de tudo o resto.

Mano: Por seres o meu companheiro de uma vida, pelas brincadeiras em criança, por teres aturado as minhas birras, por seres o meu melhor amigo agora em adultos, o meu confidente. Por me deixares fazer parte desta tua nova vida, por nunca me deixares pa…

Sobre o Facebook...

Imagem
Ontem fui ao Facebook, coisa que não fazia há umas boas semanas, para ver uma foto que uma amiga colocou do nosso último jantar.

Factos que me irritaram no imediato: - Tinha 17 pedidos de amizade. Destes, 2 eram de amigos meus que aderiram recentemente à comunidade. 9 eram de pessoas da minha terra mas que conheço apenas de vista e NUNCA sequer disseram olá. Os restantes simplesmente não conheço de lado algum. Estas merdas irritam.

- Dei uma vista de olhos às notificações e tinha não-sei-quantos-mil pedidos para jogos. Oh ódio de estimação para o qual não tenho a mínima paciência.

- Vejo o que os outros andam para lá a escrever e há coisas tão idiotas que só me apetece comentar: "A sério?!". É o caso de: "Natércia: Se gostas de mim, mete um like. Se me adoras, comenta. Se não gostas, não digas nada!". RÍDICULO!

- Uma pessoa está menos de 10 minutos no FB e o chat é inundado de chatos (desculpem o trocadilho estúpido) a meterem conversa.

É por isso que cada vez meno…

Amei-te do lado errado do coração

Imagem
"Largaram-me a mil metros do chão  Largaram-me porque me agarrei  numa alucinação de vida  que me enchia o coração  e que agora vejo perdida  num cair que já não sei  (...)
Amei-te do lado errado do coração  Eras tu o meu chão... 
Não sei ao que chamam lados do coração  Mas és tu o meu chão...  és tu o meu chão..."

_"Lados Errados"_Toranja










És tu o meu chão. Em todos os lados do meu  coração*


Vou "feriadar" com o meu João. Wish me luck*

"Todo o homem tem um cabrão dentro de si!"

Imagem
Esta constatação é de uma grande amiga minha, defensora acérrima de que os homens são todos iguais. Baseando a sua teoria nas experiências que foi tendo com os homens, chegou às seguintes conclusões:
- São incapazes de praticar a monogamia. - Pensam 24h por dia em sexo. - Preferem ver futebol a qualquer outro programa com a namorada. - São preguiçosos e egoístas. - São todos cabrões e os que não o são, são gays.
Digam-me lá o que faço com tanta estupidez junta, por favor! Porque não concordo com todas as teorias dela. Há homens bons. Não são excepções. As pessoas são todas diferentes. Conheço tantas mulheres que também têm "um cabrão dentro de si" (não no sentido literal da expressão) e que se adequam a esta descrição.  Para mim, não é o sexo que dita a tendência. É a pessoa e a sua identidade.
Mas, claro está, também conheço os típicos malandros. Calhou-me um "na rifa" em tempos. Fiquei com a cabeça bem enfeitada e o coração destroçado. Mas daí a achar que os hom…

Emboscada

Imagem
Hoje, quando fui tomar duche como em todas as manhãs, a minha nova colega de casa fez-me uma emboscada. Precisava de conselhos e de desabafar. Eram 7.30h da manhã e aquela pessoa queria que fizesse de psicóloga. Tenho péssimo acordar, é um facto. Não sou daquelas pessoas que acorda com vontade de conviver. Já a avisei disso imensas vezes. Limito-me à boa educação e digo um mísero "Bom dia". E pronto, de manhã é o máximo que quero dar. Porque raio ela insiste em vir pregar-me o seu típico "Sermão de Santo António aos Peixes"? É que se ainda fosse uma moça assertiva, concisa e rápida, uma pessoa ainda perdia 5 minutinhos antes de ir trabalhar. Mas assim é demais. E começo a ganhar-lhe um certo odiozinho de estimação,  o que não é propriamente saudável de acontecer com colegas de casa. 
Ela até me parece boa pessoa, sinceramente. Mas é tão chatinha e desarrumada. E eu nem sempre tenho paciência. Juro que tento mas não sou pessoa de acumular más energias, gosto de res…

Divulgar!

Imagem
Nunca sabemos a sorte que temos na vida até nos depararmos com histórias de pessoas a quem a desgraça bate à porta, sem aviso prévio. Não saber o que a vida tem reservado para nós fez-me divulgar o sofrimento desta Senhora e família. Sim, o dinheiro faz falta para termos uma vida estruturada e sem que nada nos falte. Mas o dinheiro não compra saúde. O dinheiro não apaga o desaparecimento dos nossos. Não apaga mas ajuda  em algumas situações. Situações como esta, que me fazem ter pena de não poder ajudar de tantas outras formas como gostaria. No entanto, acredito piamente que se cada um de nós der uns míseros 5 €, se cada um de nós se preocupar em divulgar esta causa (ou qualquer outra), acredito que alguma coisa de bonita sairá das nossas acções.  Porque se perder alguém que amamos provoca um sofrimento atroz, nem quero imaginar o quão impotente uma pessoa se deve sentir por não conseguir trasladar o seu ente querido para perto de si. É triste, burocrático, injusto e de uma insensibi…

Retalhos do fim-de-semana...

Imagem
Ou será antes fim-de-semana em retalhos? Ansiei por Sexta-Feira durante toda a semana. Queria ver-te. Queria sorrir para ti. Queria que sorrisses para mim. Mas a Sexta-Feira chegou e nada de ti. Nem te vi. Nem uma sms. Nada. Fui trabalhar à noite e depois disso acabei por directa a casa. Nem fui ao sítio onde sabia que ias estar. Não consigo assimilar que me caiba sempre a mim a "obrigação" de te procurar quando regresso. Não quero ter de fazê-lo. Ansiei por Sexta-Feira, ela chegou e logo terminou. Depois pensei "Que se lixe, amanhã é sábado e vai correr tudo bem!". Oh, doce (des)ilusão! Chegou o Sábado. Nada de João na parte da tarde. Nem um telefonema. NADA. Então fui sair com uns amigos (que não os nossos). Joguei às cartas, joguei matraquilhos, joguei às setas. Mas a sueca não mete piada sem o meu parceiro. As setas não me dão "pica" sem o meu rival. Arrisquei no pingue-pongue (coisa que não fazia desde os meus tempos do liceu) mas não sou lá muito d…

Imagem
Sabes o que sentes quando dás por ti a olhar para uma parede e a sorrir. Sabes que tens saudades quando olhas de 5 em 5 minutos para o telemóvel, na esperança de que tenhas uma sms dele. Não fazes a mínima ideia do que fazer com tanto amor quando a única certeza que ele te dá é que tem dúvidas sobre tudo. Dás por ti num blog a escrever sobre ele mas nunca para ele. A ansiar pelo fim-de-semana quando nem sabes se vais estar com ele ou não. Sabes que o adoras quando um simples sorriso dele faz com que a tua inabalável confiança seja posta em causa. Porque sabes que é ele que te dá alguma irracionalidade. Que te põe a sonhar até à exaustão. É ele que solta as amarras que te prendem ao chão. Sabes que não morres se isto não der em nada mas ainda assim queres tê-lo contigo.  Sabes que ele é uma excepção porque faz-te agir como nunca antes agiste. Não precisa de ser perfeccionista. Nem tudo tem de ser perfeito. Faz-te acreditar em contos-de-fada, coisa em que nunca acreditaste. Sabes que p…

Para tu amor...

Imagem
"(...) Para tu amor lo tengo todo, lo tengo todo Y lo que no tengo también, lo conseguiré Para tu amor que es mi tesoro Tengo mi vida toda entera a tus pies (...)"





(...)
Por eso yo te quiero tanto
Que no sé como explicar lo que siento
Yo te quiero porque tu dolor es mi dolor
Y no hay dudas yo te quiero
Con el alma y con el corazón
Te venero hoy y siempre
Gracias yo te doy a ti mi amor."

"Para tu amor"_Juanes_

Boa ouvinte?

Imagem
A rapariga que agora vive lá em casa e que (ainda) mal conheço, bateu à porta do meu quarto ontem à noite. Ouviu-me no outro dia a falar com a A. (a minha outra amiga de infância/colega de casa) sobre o João (apesar de não achar muita piada à parte de ter ouvido a conversa que estava a decorrer no meu quarto) e pensou que podia ajudá-la. Bom, confesso que nem sempre tenho paciência para ouvir os outros. Vá, se forem meus amigos e sintam necessidade, sou a pessoa mais presente e disponível que existe. Mas com pessoas mais-ou-menos desconhecidas, já não é bem assim. Falou, falou, falou. Esteve a hora de jantar a falar. Esteve desde as 19h até quase às 22h a debitar assunto. Eu ia intercalando comentários mas, enfim, não gosto de opinar sobre os assuntos sem os conhecer. Sem conhecer as versões todas.  Para cada história existem 3 versões. A dela. A dele. E a verdadeira. 
Ouvi-a mas confesso que houve momentos em que não a escutei. Claro que cada um tem os seus problemas e que para nós, …

Resposta ao comentário do(a) Anónimo(a)...

Imagem
Hoje fizeram-me um comentário (entretanto apagado porque de início não o aceitei muito bem) a questionar-me sobre os posts que tenho feito sobre ti. Estou sempre a dizer que podias ter pedido ajuda. Que devias ter desabafado e pedido conselhos. Bem, houve uma pessoa que me perguntou:
"Mas alguma vez lhe perguntaste se ele tinha algum problema?"
É verdade, nunca perguntei. Na altura não sabia que a tristeza podia vir mascarada de sorrisos. Era uma ignorante que não entendia que por vezes a pessoa mais viva e alegre é aquela que tem os piores fantasmas a pairar sobre si. Aprendi isso tarde demais, aprendi contigo. Mas não me sinto culpada por nunca o ter perguntado. Tu eras assim. Agias sem pensar, pensavas sem agir. Nunca foste nada de muito certo. Nunca foste garantido. E foste sempre bom a camuflar o que sentias. Sim, conhecendo-te como conhecia, podia (devia) ter insistido contra esse muro que edificaste ao teu redor. Não consegui e agora já não vou a tempo. Mas, ainda ass…

Melhor amiga*

Imagem
Tenho uma melhor amiga. Vivemos juntas durante 4 anos e sempre correu tudo bem. É aquela que entende as minhas preocupações. É aquela que olha para mim e consegue saber o que sinto sem precisar de perguntar. Já teve muitos problemas na vida mas teve sempre força para enfrentar todas as adversidades. É com um enorme orgulho que olho para ela e vejo que conseguiu encontrar o seu caminho, sem pisar ninguém e sem comprometer a sua integridade. Claro que tem defeitos. Oh, não gostaria tanto dela se fosse completamente perfeita. A minha melhor amiga é precisamente aquela pessoa que me faz acreditar que ainda há pessoas boas no mundo. Para mim, o grande problema dela foi sempre pensar primeiro nos outros do que nela própria. É engraçado a forma como nos tornámos amigas. A minha melhor amiga foi namorada do meu irmão. Namoraram 3 anos e nesses 3 anos tornou-se a minha "cunhada", confidente, companheira das festas. A nossa amizade foi gradual mas para mim ficou certa quando tivemos …

Achas que se pode morrer por amor?

Imagem
Achas que se pode morrer por amor? Achas que quando passamos 3/4 da nossa vida com alguém, vivemos um pouco através da outra pessoa e ficamos unidos para sempre? Eu achava que não. Sempre achei um bocado tolo os exageros dados ao amor, ao romance, à dependência. Mas eu estava enganada. A D. Esperança e Sr. Patrício eram os vizinhos da minha avó e estavam casados há quase 60 anos. A minha avó contava-me a história deles e recordo-me perfeitamente daquele amor intemporal, sem cobranças. Eram amantes, companheiros, amigos. A D. Esperança era uma senhora muito meiguinha e lembro-me dela já velhinha (acho que nunca a conheci de outra forma). O Sr Patrício era mais fechado mas muito simpático e tinha aquela "cara de avô" super fofinho. Gostava mesmo de vê-los juntos. Dava gosto ver pessoas com os seus 80 anos a passear de mãos-dadas, a serem ternurentos e a projectar o seu amor em todas as direcções. Mas um dia a D. Esperança adoeceu. Tinha uma série de problemas e, entre esses m…

E agora?

Imagem
Bem, lá passou o fim-de-semana. E como correu? Tal como previsto, ganhei um beijo. E não foi na testa. Foi na bochecha. Um beijo e um "É tão bom ver-te!". Fomos dois meninos bem comportados e estivemos Sexta e Sábado juntos, sem nos tocarmos. Joguei às setas. Fomos parceiros na bela da sueca.  Tão púdicos que estivemos. Até que Sábado chegou ao fim e despedimos-nos. E foi aí que ele me beijou. Um beijo de despedida de tirar o fôlego. Fui apanhada desprevenida. Eu, que de envergonhada não tenho nada, corei. Olhei em redor (ainda não sei porque continuo a fazer isto) a ver ser alguém tinha assistido. E ele sorriu. Disse um "Até Sexta e tem uma boa semana!" e virou as costas.


Não me perguntem o significado disto. Não sei. Pela primeira vez, não tenho resposta!

Meu puto#2

Imagem
32 meses. 32 distantes e vazios meses. Quando decidiste partir, não sei se algum dia pensaste sequer em quem deixavas para trás. Um Pai. Uma Mãe. Uma Irmã. Tantos amigos. Quando me deixo transportar para aqueles dias de tortura, torno a abrir esta ferida que nunca chega a cicatrizar. 
Nunca te contei como soube. Nunca falei nisso. Era por volta das 8h da manhã e tinha chegado a casa há bem pouco tempo. Festas da terrinha, semana de excessos. Primeira noite de festas, é sempre até cair de cansaço. Tinha acabado de adormecer. E o meu pai abre a porta do quarto. "Rita, levanta-te que aconteceu uma coisa!". E eu entorpecida pelo cansaço e algum álcool. Nem conseguia raciocinar. "Rita, o Luís...". Nem pensei em ti, confesso. Tinha-te visto ainda há um bocado. Estavas bem (parecias). "Qual Luís?". O pânico. Não conheço muitos Luís. Mas não sei, nem conseguia pensar. "O irmão da...". Incrédula. O pânico. Não quis acreditar. E perguntei como. Quando. …

Discrição em pessoa

Imagem
Ontem recebo a seguinte mensagem

"Amanhã é bom que te veja porque tenho um beijo guardado para ti e tenho de entregá-lo!"




Que bom, tenho tantas saudades.
Depois lembrei-me que só vou vê-lo no bar, juntamente com o nosso grupo de amigos.
Hum... beijos em público?!


O João é demasiado discreto para isso!
Porra, lá vou eu ganhar um beijo na testa.








E pronto, agora (mesmo agorinha) recebo nova mensagem do João a dizer: "Feliz Dia do Beijo". Está explicado ;)

"Pai para mim, Mãe para ti"

Imagem
Ontem li a "Happy", revista que nunca leio mas que uma das meninas comprou, e um dos artigos falava das mães que gostam mais de um filho do que outro. Das mães que têm um filho favorito. Sim, existem pais que elegem um filho como O filho. No artigo transcrevem testemunhos e, na maioria, as mães sentem culpa e medo por sentirem o que sentem. Mas há uma delas, com 3 filhos, que fala em afinidade. Diz que ama todos por igual mas tem mais afinidade pela personalidade do filho do meio. Ora eu não vejo mal algum nisso. Eu sei que o meu irmão será sempre o preferido da minha mãe. Bom, não sei se é o preferido mas é com ele que ela se preocupa mais. É mais "cabeça-no-ar". Os problemas parecem persegui-lo. Acho que a sua preferência vai mais por aí. Não vejo mal nenhum nisso. Não tenho ciúmes. O meu irmão é das melhores pessoas que conheço. É o meu melhor amigo. É perfeitamente compreensível. E, por um lado, acho que o meu pai se entende melhor comigo. A nossa família é do…

Eu espero...

Imagem
Não entendes que por mensagem é mais fácil dizer seja o que for. Não entendes a facilidade com que mascaramos os sentimentos. Não entendes a capacidade com que conseguimos pensar bem no que dizer. Quando falamos pessoalmente com alguém, conseguimos respostas através das suas reacções. É isso que não consegues entender. Que os teus silêncios quando nos encontramos dizem bem mais do que as tuas mensagens saudosistas. Gosto que me as envies, claro que gosto. Mas depois penso "Até que ponto sentes mesmo o que estás a escrever? Até que ponto escreveste e logo de seguida corrigiste o que pensaste no imediato?". Eu já fiz o mesmo. Eu faço o mesmo. Serve quase como um sistema de correcção automática. Escrevo o que quero dizer e logo de seguida apago. Escrevo de outra forma. E acabo por não dizer exactamente o que pretendo. Como posso então não achar que fazes igual? É por isso que não ligo muito a estas parvoíces boas que escreves. Nunca saberei se sorrias carinhosamente enquanto a…

Não é lá que te encontro...

Imagem
Sonhei novamente contigo. É incrível que tenha conseguido atingir todos os meus objectivos, que me sinta realizada com a minha vida mas que no entanto o que mais queria é completamente impossível. Às vezes penso que tinha sido mais fácil se nunca te tivesse conhecido. Depois vejo o quão estúpida estou a ser. Foste das melhores pessoas que conheci. És. E dás-me força para continuar. Muita mesmo. Claro que sinto falta e é claro que dói saber que não mais te vou ver. Mas a tua perda fez-me ver uma série de coisas. Fez-me valorizar tantos aspectos da minha vida que deixei esmorecer. E a falta que me fazes. Aquela gargalhada que só tu me arrancavas e que nunca mais foi igual. Nunca mais. Sei que te devo umas quantas visitas, Lá. Mas continuo a achar que não é Lá que te encontras. É Aí! Então sinto-me estranha e incomodada em ir visitar uma pedra com a tua foto. E nem é a tua melhor foto, diga-se de passagem. Estás de cara "fechada" e não se vê o teu sorriso. Digo para mim mesma …

Por sms...

Imagem
O João, aquele que não-é-nada mas que devia, mandou sms ontem a propósito do jogo do Benfica. Sim, só ontem. E sim, podia ter falado de outra coisa qualquer. Era suposto não haver conversa de circunstância entre nós. Era. Mas foi assim que ele meteu conversa, por sms:




Ele: Então foste ao estádio ver o jogo?
Eu: Sim, fui.
Ele: Fizeste bem. Eu vi no café...
Eu: Também fizeste bem...
Ele: Aposto que foste com as tuas amigas do Sporting e saíste de lá toda chateada.
Eu: Apostas bem. Já sabes como é... e tu, não ficaste?
Ele: Um bocado. Custa perder com a espécie réptil e ainda por cima roubados. Enfim...

[umas 4 sms depois, sempre a falar do jogo]
Ele: A sorte é que moras relativamente perto, nem tens de ver muita gente a caminho de casa!  [nem lhe contei o triste episódio das bestas].
Eu: Isso tudo para dizeres que conheces a minha casa? lol
Ele: Já me a mostraste, é normal que conheça. Já conheço quase todas ;)
Eu: Mas não todas. E pelo andar da coisa, nunca vais conhecer realmente tudo! [sms chei…

I really need you tonight*

Imagem
"(...) And I need you now tonight And I need you more than ever And if you'll only hold me tight We'll be holding on forever And we'll only be making it right Cause we'll never be wrong together We can take it to the end of the line Your love is like a shadow on me all of the time I don't know what to do and I'm always in the dark We're living in a powder keg and giving off sparks I really need you tonight Forever's gonna start tonight Forever's gonna start tonight (...)"
_"Total Eclipse of The Heart" - Bonnie Tyler_









Espontaneidade*

Imagem
Um dia foste procurar-me ao local onde estava a trabalhar nas férias de verão. Estranhei. Franzi a testa. Tentei esquivar-me a um cliente só para te perguntar o que raio estavas ali a fazer. Tive medo. Teria acontecido alguma coisa? Mas não conseguia que o cliente me desse um pouco de espaço e fiquei a ver-te pela janela. Estavas calmo. Aparentemente não parecia ter acontecido nada. Mas o que raio estavas tu a fazer ali? Entraste. Finalmente consegui ir ao teu encontro. Sorriste.
Luís:"Vim só dar-te um beijinho." Eu:"A sério? Vieste aqui só para me dares um beijo? Vá, diz lá o que vieste pedir!" Luís: "Nada, só vim mesmo dizer olá e dar-te um beijinho."





E disseste. E deste. Foste somente dar-me um beijinho. Sem segundas intenções. Tu eras assim. E eu sinto tanto a tua falta. Tenho umas saudades dessa tua espontaneidade. Desse teu "Eu" que não mais encontrarei em ninguém.


Benfiquista#2

Imagem
Ontem fui ver o Derby. Fomos 8 amigas no total, sendo eu e outra as únicas Benfiquistas. Estou mais do que habituada! No meu grupo de amigas, são quase todas Lagartas. Nunca me incomodou. Nunca me fizeram sentir menos bem no meio delas. Mas ontem fui a Alvalade. E não, elas não se portaram mal! O Benfica perdeu. O Benfica foi roubado. O Benfica jogou MUITO mal! Não é do jogo que vou falar!
Ontem estava a regressar a casa, vinda de Alvalade. Entrei no metro, como milhares de pessoas. Entrei e tinha o cachecol do Benfica ao pescoço. Não me parece grave andar com ele, apesar da derrota. Penso que vivemos num país minimamente capaz de aceitar as diferenças. Não podia estar mais errada! Ontem fui abordada por um grupo de rapazes. Não, parece-me que tinham idade para serem Homens. Não, enganei-me novamente.Ontem fui abordada por 5 animais. Não, também não eram animais. Eram 5 bestas, desprovidas de qualquer bom senso e racionalidade. Fui ofendida. Chamaram-me tudo menos Mãe. Tudo porque so…

Ponto de não-retorno

Imagem
Queria que soubesses que gosto de ti. Que tenho uma certa dificuldade em admitir quando gosto. Até mesmo de demonstrar. Não sou uma pessoa muito dada a abracinhos, risos tolos e palavras floreadas. Tu sabes. Gosto de pessoas  mas não de todas. E regra geral, nunca dou grande confiança e nunca teço grandes expectativas quando conheço alguém. Não é que tenha tido episódios daqueles cheios de drama e horror. Não, nunca me aconteceu conhecer alguém pérfido e a destilar veneno. Sou eu que sou assim. Mas não estou aqui para te explicar quem sou ou porque sou como sou. Quero apenas dizer-te por palavras o que sou parca em demonstrar. Gosto de ti. Sei que já te disse isso. No aconchego dos lençóis, enquanto dormias. Tal como já me disseste ao ouvido, quando achavas que eu dormia (não consigo dormir quando estás comigo). Não sabes que te tapo quando tens frio. Ou se calhar até sabes porque queixas-te de que acordas com frio quando dormes sozinho. Nunca sei se o que faço algum dia será suficie…

Dia D!

Imagem
Hoje é o dia D. D de Derby. Hoje é o dia. Um dos poucos em que me desloco a Alvalade. Mas é hoje o dia e eu vou. Porque não posso falhar. Mas vocês também não. Precisamos desta vitória! É hoje o dia e eu vou!



Será?

Imagem
Será que, onde quer que estejas (eu gosto de acreditar que o Céu existe), estás bem? Encontraste a tal paz que sempre quiseste? Será que estás feliz? Será que manténs aquele teu sorriso rasgado e acolhedor? Será que  estás com alguém que conheças? Será que o teu pai te encontrou? Será que nos vês? Será que me vês? Será que me ouves (todas as noites falo contigo)? Será que tens saudades? Será que te arrependes? Será que gostarias de voltar? Será que hoje a tua vida não estaria melhor e assim podias continuar vivo? Será que se tivesses pedido ajuda, não se teria resolvido tudo? Será que algum dia vou conseguir entender? Será que algum dia te vou reencontrar? Será que realmente continuas em algum lugar? Será que quando olho para aquela estrela, te encontro? Será que a música que tanto me faz recordar, é realmente uma que te faça recordar?
São tantos os "ses". São tantas as dúvidas. São tantos porquês. E só uma certeza. Nunca te esquecerei. Serás sempre aquele meu amigo que part…

Porra pah!

Imagem
Hoje, véspera de feriado, queria mesmo estar assim:




Mas estou mesmo é assim:






Que valente constipação!
Mas amanhã é feriado, aniversário do meu irmão e temos pescaria programada. A constipação tem de passar esta noite! Tem tem!

Ser Benfiquista...

Imagem
Hoje quero apenas dizer que sinto um orgulho enorme em ser do Benfica! É mais do que orgulho. É um nariz empinado. Peito erguido. Devoção. Perdemos, é um facto. Mas temos de sair da Liga dos Campeões mais do que orgulhosos. Fizemos um jogo que, admito, nunca esperei. Javi Garcia e Emerson a centrais? O quê?! Mas agora dou o braço a torcer. Deram o que tinham e o que não tinham (É que o Emerson é mesmo fraquinho). Ficámos sem o Maxi Pereira, que para mim é um dos pulmões do Benfica. E ainda assim mostrámos bem mais do que o Chelsea. Bem mais! Com bem menos. E cada vez que a minoria Benfiquista, que acompanhou a equipa até Londres, se fazia ouvir, percorria-me um arrepio pela espinha. Um daqueles que se sente quando vemos algo ou alguém de quem se gosta muito. Eu sou completamente fã. Fanática. Sócia. Simpatizante. Eu sou tudo. Sou Benfica e estou extremamente orgulhosa.





<< Um dia perguntaram a Bella Guttman: "O que é a mística do Benfica?"
Ao que ele respondeu: "Cho…

Faço de ti um vilão...

Imagem
Estou cansada das tuas promessas. Cansada das tuas palavras tão vazias e sem significado algum. Avanços e recuos. Estou farta de gostar de um homem que só é meu por empréstimo. Que não sabe o que quer, nem para onde ir. Logo eu que sempre tive a minha vida bem delineada. Os meus objectivos traçados. Estás num estado de inércia tal que nem eu te consigo fazer mover. Nem empurrando. Nem destruindo. Não te mexes. Não sentes. Não finges. Apenas nada fazes e isso é tudo o que consegues fazer. Sabes que não vou estar com outro até Isto existir. Esta relação que nunca o chegou a ser. Sabes que és importante e eu sei que também o sou. Mas nós não sabemos tornar Isto em algo palpável. Nunca te disse mas quero mais. Isto de sermos amigos e não misturarmos a razão com o coração, deixou de ter sentido. Possivelmente nunca teve. Mas não sabemos parar. Gostamos das coisas preto-no-branco. Somos iguais. Perfeccionistas. Desligados. Quando estamos só os dois, somos um alguém que desaparece no nosso g…

Excepção

Imagem
"(...) Maybe I know somewhere deep in my soul That love never lasts And we've got to find other ways To make it alone or keep a straight face And I've always lived like this Keeping a comfortable distance And up until now I had sworn to myself That I'm content with loneliness, Because none of it was ever worth the risk (...)"
_"The Only Exception"  Paramore_




Um destes, se faz favor...

Imagem
Quando fizer anos, quero um destes para mim...
Ou então quero todos, um para cada dia da semana!
 Fábio Cannavaro

Ângelo Rodrigues
Cauã Raymond
Thiago Fernandes
Jesse Williams
Paolo Maldini
Raphael Viana


Vá, até pode ser apenas um deles. Qualquer um. É que há Homens mesmo bonitos!

Homem da minha vida!

Imagem
O Henrique tem quase 3 anos. É um menino feliz. Saudável. Ri imenso, por tudo e por nada. Gosta de motas e de tractores. Adora andar de carro. O fim-de-semana passado subimos os dois a uma árvore (Baixinha mas para ele era o topo do mundo). O Henrique não pede nada material. Não pede brinquedos, não pede pastilhas, não pede chupa-chupas. Pede-me para brincar. Brincamos à apanhada. Ainda não sabe bem brincar às escondidas (quando digo "Aí vou eu!", ele sai do esconderijo e diz "Tô aqui!"). A sua fala ainda não é perfeita e é um bocadinho "espanhol". Mas eu percebo-o. Entendemos-nos muito bem. Sei que sente a minha falta quando recebo uma chamada do telemóvel da mãe dele e oiço-o a rir. Ontem o Henrique portou-se mal. Ninguém lhe ralhou. Apenas parei de brincar com ele. Acho que percebeu que errou porque veio de mansinho e disse "Gotas de mim?". E eu disse "Gosto muito de ti mas portaste-te mal e fiquei triste". Ele respondeu: "escu…

Sábado...

Imagem
Antes demais, quero falar no fim-de-semana... no dito sábado que tanto ansiei a semana inteira. Foi um jantar tão bom, estive com o meu pessoal do futsal, conversámos, rimos, dissemos disparates e vimos o Benfica (Sim sim sim). Aqui a Rita ficou encarregue de fazer de motorista porque sou a ÚNICA que consegue estar num jantar sem beber e ainda assim divertir-me tanto ou mais do que os outros. Não me incomodou nada, estive muito mais à vontade sabendo que não tinha de apanhar boleia com alguém que tinha estado a beber e depois, quando deixámos o restaurante, fui estacionar o carro e passámos o resto da noite a pé (vantagem das terras pequenas). Fartámos-nos de dançar (a prole feminina do futsal esteve em altas), de rir. Foi muito bom. E entretanto chega o meu ex. Aquele de que já falei aqui! Tudo tranquilo, continuamos amigos. O grupo é o mesmo. Somos civilizados. Tentei agir normalmente. Tentei, porque aqui o lado esquerdo do meu peito prega partidas (não foi nenhum ataque cardíaco, g…