segunda-feira, 2 de abril de 2012

Homem da minha vida!

O Henrique tem quase 3 anos. É um menino feliz. Saudável. Ri imenso, por tudo e por nada. Gosta de motas e de tractores. Adora andar de carro. O fim-de-semana passado subimos os dois a uma árvore (Baixinha mas para ele era o topo do mundo). O Henrique não pede nada material. Não pede brinquedos, não pede pastilhas, não pede chupa-chupas. Pede-me para brincar. Brincamos à apanhada. Ainda não sabe bem brincar às escondidas (quando digo "Aí vou eu!", ele sai do esconderijo e diz "Tô aqui!"). A sua fala ainda não é perfeita e é um bocadinho "espanhol". Mas eu percebo-o. Entendemos-nos muito bem. Sei que sente a minha falta quando recebo uma chamada do telemóvel da mãe dele e oiço-o a rir. Ontem o Henrique portou-se mal. Ninguém lhe ralhou. Apenas parei de brincar com ele. Acho que percebeu que errou porque veio de mansinho e disse "Gotas de mim?". E eu disse "Gosto muito de ti mas portaste-te mal e fiquei triste". Ele respondeu: "escupa. Goto munto de ti. escupa". O Henrique é filho da minha prima. Mas para mim é meu sobrinho. Tal como a mãe dele é minha irmã. Foi assim que fomos criadas e a ele nunca lhe pedi que me chamasse tia. Ele chama porque quer. Como há vezes que me chama "Ita". Ou ainda "Pewe" (que é a maneira de ele chamar prima Rita). E tenho um amor incondicional por este menino. Não é por ser "meu" mas é uma criança tão esperta e tão viva. Sabe quando deve ficar sossegado. Sabe quando pode ou não brincar. A minha avó (bisavó dele) é doentinha e ele faz-lhe festinhas. Mostra-lhe os brinquedos e pergunta "'tás a peceber?". É um fofo este meu pequeno. E a minha prima é uma menina-mulher que engravidou cedo demais mas que nunca hesitou um só segundo em tê-lo! E ainda bem que ele nasceu! É a vida da família e gira tudo ao seu redor.





Isto só porque ele ontem derreteu-me com o "Goto munto de ti!"
Tão pequenino e já me sabe dar a volta.
Também "Goto munto de ti!"

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos temos os nossos dias, as nossas opiniões, as nossas afinidades. Felizmente nem todos gostamos do mesmo.

Aceitam-se elogios. Aceitam-se críticas construtivas.

Dispenso insultos e estupidez gratuita.

Welcome stranger ;)