segunda-feira, 23 de abril de 2012

Retalhos do fim-de-semana...

Ou será antes fim-de-semana em retalhos? Ansiei por Sexta-Feira durante toda a semana. Queria ver-te. Queria sorrir para ti. Queria que sorrisses para mim. Mas a Sexta-Feira chegou e nada de ti. Nem te vi. Nem uma sms. Nada. Fui trabalhar à noite e depois disso acabei por directa a casa. Nem fui ao sítio onde sabia que ias estar. Não consigo assimilar que me caiba sempre a mim a "obrigação" de te procurar quando regresso. Não quero ter de fazê-lo. Ansiei por Sexta-Feira, ela chegou e logo terminou. Depois pensei "Que se lixe, amanhã é sábado e vai correr tudo bem!". Oh, doce (des)ilusão! Chegou o Sábado. Nada de João na parte da tarde. Nem um telefonema. NADA. Então fui sair com uns amigos (que não os nossos). Joguei às cartas, joguei matraquilhos, joguei às setas. Mas a sueca não mete piada sem o meu parceiro. As setas não me dão "pica" sem o meu rival. Arrisquei no pingue-pongue (coisa que não fazia desde os meus tempos do liceu) mas não sou lá muito dotada para aquele tipo de coisas. Entretanto a noite foi passando e decidimos ir a um bar. Divertidos (o Ice-Tea tem efeitos sobre mim que nenhuma outra bebida tem) e barulhentos. Entramos no bar e, voilá, lá estavas tu qual criatura execrável que passou todo o fim-de-semana desaparecido. Acenaste-me e eu retribui. Sei que estavas à espera que fosse ter contigo, que tomasse a iniciativa. Mas porra, eu sou uma mulher orgulhosa. Então vieste ter comigo. Nem tentaste desculpar-te. Falaste do teu maravilhoso dia e de tudo o que tinhas feito, qual melhor amigo em confidência. És um estúpido. É que és mesmo. E não é por seres homem, é por seres tu! Tu é que és estúpido e fazes-me sentir estúpida. Porque depois ainda perguntas "Então e tu não me disseste nada o fim-de-semana inteiro porquê?". Olha, porque não. Porque os telemóveis funcionam dos dois lados da linha. Porque tu sabes onde encontrar-me e nem te dás ao trabalho porque tens a certeza de que acabarei sempre por aparecer. Mas na Sexta-Feira troquei-te as voltas e depois vens cobrar a minha ausência.
As mulheres são complicadas, é um facto. Mas os homens não ficam nada atrás!



5 comentários:

  1. Eu cá axo que eles conseguem ser bem mais complicados que nós, às vezes. *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele costuma dizer-me que eu tenho a mania do "Está tudo tranquilo" e ele é bem stressado em muita coisa. Andamos trocados em relação a estereótipos =P

      Eliminar
  2. Há com cada homem mais complicado...
    Sempre tive para mim que as mulheres não devem andar atrás do homens e sim eles atrás das mulheres.
    É claro que isto é tudo muito bonito na prática, mas na realidade quando nos apaixonamos e temos o amor correspondido e depois deixamos de ter, é uma verdadeira treta... E foi então, que contra toda a minha fé, andei atrás de quem não queria nada mais comigo.
    Espero que isso não me volte a acontecer!
    O importante é gostarmos de nós próprias em primeiro lugar, ter amor próprio é meio caminho andado.
    Acho que sim, que fizeste muito bem, afinal de contas também temos que os deixar sentir a nossa falta ;)
    Beijinho *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quero acreditar que a parte "temos o amor correspondido e depois deixamos de ter" não se encaixe na minha história ;)

      Se chegares a ler os meus posts antigos, verás que nunca meto em causa se sou ou não feliz por atitudes menos boas que ele tenha. Eu sou feliz, apesar de tudo o que possa surgir em contrário!

      Eliminar
  3. Olá Ritinha... pediste-me informações sobre a história da senhora... podes ler aqui: http://radiogeice.com/geicefm/index.php?view=article&catid=35:informacao-regional&id=5216:luto-e-dor-em-vila-nova-de-anha-maria-do-ceu-pede-ajuda-para-trasladar-o-corpo-do-marido-de-franca-para-portugal&tmpl=component&print=1&layout=default&page=

    ResponderEliminar

Todos temos os nossos dias, as nossas opiniões, as nossas afinidades. Felizmente nem todos gostamos do mesmo.

Aceitam-se elogios. Aceitam-se críticas construtivas.

Dispenso insultos e estupidez gratuita.

Welcome stranger ;)