quinta-feira, 19 de abril de 2012

Boa ouvinte?

A rapariga que agora vive lá em casa e que (ainda) mal conheço, bateu à porta do meu quarto ontem à noite. Ouviu-me no outro dia a falar com a A. (a minha outra amiga de infância/colega de casa) sobre o João (apesar de não achar muita piada à parte de ter ouvido a conversa que estava a decorrer no meu quarto) e pensou que podia ajudá-la. Bom, confesso que nem sempre tenho paciência para ouvir os outros. Vá, se forem meus amigos e sintam necessidade, sou a pessoa mais presente e disponível que existe. Mas com pessoas mais-ou-menos desconhecidas, já não é bem assim. Falou, falou, falou. Esteve a hora de jantar a falar. Esteve desde as 19h até quase às 22h a debitar assunto. Eu ia intercalando comentários mas, enfim, não gosto de opinar sobre os assuntos sem os conhecer. Sem conhecer as versões todas.
 Para cada história existem 3 versões. A dela. A dele. E a verdadeira. 

Ouvi-a mas confesso que houve momentos em que não a escutei. Claro que cada um tem os seus problemas e que para nós, os nossos são sempre mais importantes e mais graves. Mas detesto a autocomiseração, coisa a que assisti ontem durante quase 3 longas horas. É triste, é feio e eu dispenso.

Cala-te só um bocadinho. Só hoje. Por favor. 



2 comentários:

  1. Olá linda!
    Então já somos duas, se se conhece a pessoa ou é nossa amiga, escuto, dou apoio e tento aconselhar da melhor maneira possivel, mas se é alguém que se conhece à meia dúzia de dias, é complicado! Nem sei como aguentaste 3 horas a ouvir, que aborrecimento!
    Beijocas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, coitada da moça... não tem culpa de ter como colegas de casa uma desligada (A.) e aqui a insensível =P

      Mete-me confusão é a facilidade com que conta a vida toda a uma completa estranha e ainda pede conselhos, conselhos estes que possivelmente vão condicionar as suas atitudes! Enfim, ela lá sabe! ahahah

      Eliminar

Todos temos os nossos dias, as nossas opiniões, as nossas afinidades. Felizmente nem todos gostamos do mesmo.

Aceitam-se elogios. Aceitam-se críticas construtivas.

Dispenso insultos e estupidez gratuita.

Welcome stranger ;)