sexta-feira, 13 de abril de 2012

"Pai para mim, Mãe para ti"

Ontem li a "Happy", revista que nunca leio mas que uma das meninas comprou, e um dos artigos falava das mães que gostam mais de um filho do que outro. Das mães que têm um filho favorito. Sim, existem pais que elegem um filho como O filho. No artigo transcrevem testemunhos e, na maioria, as mães sentem culpa e medo por sentirem o que sentem. Mas há uma delas, com 3 filhos, que fala em afinidade. Diz que ama todos por igual mas tem mais afinidade pela personalidade do filho do meio. Ora eu não vejo mal algum nisso. Eu sei que o meu irmão será sempre o preferido da minha mãe. Bom, não sei se é o preferido mas é com ele que ela se preocupa mais. É mais "cabeça-no-ar". Os problemas parecem persegui-lo. Acho que a sua preferência vai mais por aí. Não vejo mal nenhum nisso. Não tenho ciúmes. O meu irmão é das melhores pessoas que conheço. É o meu melhor amigo. É perfeitamente compreensível. E, por um lado, acho que o meu pai se entende melhor comigo. A nossa família é do tipo "Pai para mim, Mãe para ti". Ou já foi mais. A minha mãe escolhe-me como confidente. E eu prefiro sê-lo do que vê-la constantemente preocupada comigo. Acho que funcionamos bem os quatro, com esta dinâmica. Desde que os pais não imponham as sua preferências ou menosprezem um em prol do outro, acho que até pode ser algo minimamente saudável.







E vocês, o que acham?



2 comentários:

  1. eu acho que isso é por fases!
    eu sei que a minha irmã está numa fase em que precisa de mais apoio e atenção. E não me afecta nada que como família, nos dediquemos mais a ela. Sei que se eu precisar, eles viram-se para mim de igual forma, por isso...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas acho que isso é em famílias estruturadas! Há muito boa gente que não nasceu para essas questões de paternidade, pelo que acho bem possível abdicarem de uns em prol dos outros!

      Eliminar

Todos temos os nossos dias, as nossas opiniões, as nossas afinidades. Felizmente nem todos gostamos do mesmo.

Aceitam-se elogios. Aceitam-se críticas construtivas.

Dispenso insultos e estupidez gratuita.

Welcome stranger ;)