quinta-feira, 26 de abril de 2012

Sobre o Facebook...

Ontem fui ao Facebook, coisa que não fazia há umas boas semanas, para ver uma foto que uma amiga colocou do nosso último jantar.

Factos que me irritaram no imediato:
- Tinha 17 pedidos de amizade. Destes, 2 eram de amigos meus que aderiram recentemente à comunidade. 9 eram de pessoas da minha terra mas que conheço apenas de vista e NUNCA sequer disseram olá. Os restantes simplesmente não conheço de lado algum. Estas merdas irritam.

- Dei uma vista de olhos às notificações e tinha não-sei-quantos-mil pedidos para jogos. Oh ódio de estimação para o qual não tenho a mínima paciência.

- Vejo o que os outros andam para lá a escrever e há coisas tão idiotas que só me apetece comentar: "A sério?!". É o caso de: "Natércia: Se gostas de mim, mete um like. Se me adoras, comenta. Se não gostas, não digas nada!". RÍDICULO!

- Uma pessoa está menos de 10 minutos no FB e o chat é inundado de chatos (desculpem o trocadilho estúpido) a meterem conversa.

É por isso que cada vez menos vou ao FB. E só o mantenho porque é uma forma de manter contacto com algumas pessoas com quem raramente estou, nomeadamente, a minha amiga que regressou há 5 anos para a Holanda e que só vem a Portugal uma vez por ano. De resto, há com cada idiota!



Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos temos os nossos dias, as nossas opiniões, as nossas afinidades. Felizmente nem todos gostamos do mesmo.

Aceitam-se elogios. Aceitam-se críticas construtivas.

Dispenso insultos e estupidez gratuita.

Welcome stranger ;)