quarta-feira, 2 de maio de 2012

Fim-de-semana prolongado... tão curto que foi!

Olá a todos! Antes demais, estou bem viva e de regresso ao trabalho. Quanto ao fim-de-semana, como em tudo na vida, teve os seus altos-e-baixos. No sábado fui jantar fora com um casal amigo, o meu irmão e a minha cunhada (e não, não me sinto mal quando sou o 5º elemento... pelo menos com estas pessoas). De seguida fomos beber uns copos a um bar e o João ligou-me. Queria saber onde estava. Disse onde me encontrava e com quem e ele foi ter connosco. Estivemos os 6 juntos toda a noite. Copos, danças, brigas. Sim, ainda andei a fazer de mediadora para que um fulano qualquer não brigasse com um amigo do meu irmão!  Depois, não sei se por achar que eu me estava a meter em "terrenos apertados", o João intercedeu também e a coisa resolveu-se. Eram 6 da manhã e fomos a um café que está aberto 24 horas. No meio disto, a minha cunhada lembra-se e convida-nos a todos para no dia seguinte irmos jantar a casa dela e do meu irmão. O João acertou detalhes mas como já estavam bem bebidos, nem liguei muito ao que eles estavam a combinar. A noite terminou com o João a "obrigar-me" (ahahah) a andar de "mão-dada" com ele. E ainda me deu uns beijos. Tanta vergonha mas na presença do meu irmão não tem nenhuma.

Eram 15h e pouco de Domingo, quando recebo um telefonema do João. A relembrar-me do jantar dessa noite. Fiquei um pouco admirada, pensei que ele fosse cancelar. E lá fomos nós. Os dois. No carrinho dele. Estivemos na casa do meu Mano até às 3h da manhã e o menino queria ficar lá a dormir. Mas o meu bom-senso teve de falar e relembrar-lhe que tinha de levar a mãe a uma consulta no dia seguinte. Mais uma paródia a viagem de regresso. Primeiro queria que eu trouxesse o carro porque tinha bebido e não queria arriscar a ser apanhado pela BT. Obviamente que não conduzo o carro dele. É que o rapaz tem algum dinheiro e, dúvidas houvesse, teve de comprar um Audi. Eu é que não conduzo aquilo. Acontece alguma coisa e não tenho dinheiro para pagar um arranjo desses. Lá pegou ele no carro. 10 minutos depois, atropelámos um cão. Pelo tamanho, mais parecia um bezerro. Resultado: um farol de nevoeiro partido, a grelha do carro completamente arrancada e o pobre animal esventrado. 

Fiquei calada durante uns 5 minutos e ele sai-se com "Estás bem? Magoaste-te em algum lado?". É um querido, este rapaz. Não, não me magoei. Mas fiquei a pensar que se tivesse sido eu a atropelar o cão, ficaria tudo menos bem. Há horas de sorte, essa é que é essa.
Mas pronto, o fim-de-semana passou e foi muito bom! Pena ter sido menos tempo do que o que eu pensava mas a mãe dele (que parece ser uma querida - esta é outra história) precisava do filho. Outros dias virão! (?!)




PS: Luís, estive com a tua irmã este sábado. Veio entregar-me uma fita de final de licenciatura, para eu escrever. Sei que estás orgulhoso! Eu estou, muito orgulhosa. E tinha saudades dela. De vê-la sorrir. É que, sabes, o sorriso dela nunca mais foi igual. Mas quase que se assemelhou ao antes. Quase. Fazes-me falta*

3 comentários:

  1. Foi bom então, e sim, outros dias virão! Tenho a certeza! Uma boa semana, sim? :)*

    ResponderEliminar
  2. Sim I, foi bom ;) espero que tudo melhore a partir de agora! Quero acreditar que sim!

    Um resto de boa semana também para ti e olha, Maio vai correr melhor também para ti*

    ResponderEliminar
  3. Hope so :)
    Maio começa logo com aquele fim.de.semana chato... Já me dói a alma de tanta montra e anúncio e sei lá que mais... Mas enfim, vai melhorar.

    As coisas a partir de agora, também só podem melhorar para ti menina e eu fico a torcer :)*

    ResponderEliminar

Todos temos os nossos dias, as nossas opiniões, as nossas afinidades. Felizmente nem todos gostamos do mesmo.

Aceitam-se elogios. Aceitam-se críticas construtivas.

Dispenso insultos e estupidez gratuita.

Welcome stranger ;)