quarta-feira, 30 de maio de 2012

Game Over*

Sinto este aperto no peito porque, no fundo, sei que está tudo igual. Avanços e recuos, que nos impelem sempre para trás. Continuamos um Nada e tenho de me afastar. Mesmo que não queira. Não auguro nada de bom para o meu futuro e isso assusta-me!



"(...) 'Cos I don't want you to forgive me,
you'll follow me down, you'll follow me down,
you'll follow me down

Survive tonight, I see your head's exposed,
so we shall kill, constructive might, it's so right,
as your emotions fool you, (my) strong will rule,
And your panic stricken, blood will thicken up, tonight
'Cos I don't want you to forgive me,
you'll follow me down, you'll follow me down,
you'll follow me down. (...)"

_"You'll Follow Me Down"_Skunk Anansie_


[*ou então: sei bem o que tenho de fazer, apenas ainda não tenho coragem]

4 comentários:

  1. Respostas
    1. Sim mas foi um desabafo... não estou pronta para abdicar dele, por enquanto! Mas cansa puxar o barco sozinha!

      Eliminar
  2. Entendo-te... Relações com pessoas opostas são um investimento, um emprego e cansam muito! A vontade de desistir é quase diária.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E a distância ainda intensifica mais essa vontade (mas estou a falar de quê? Se há pessoa que sabe o que é isso, és tu!)

      Mas olha, o moço redimiu-se entretanto e já me fez voltar com este pessimismo atrás! É que há atitudes que são bonitas demais para passarem ao lado ;)

      Eliminar

Todos temos os nossos dias, as nossas opiniões, as nossas afinidades. Felizmente nem todos gostamos do mesmo.

Aceitam-se elogios. Aceitam-se críticas construtivas.

Dispenso insultos e estupidez gratuita.

Welcome stranger ;)