quinta-feira, 31 de maio de 2012

Poetas de andaime

Se há coisa que detesto é passar em qualquer obra e ter de ouvir os piropos mais idiotas que alguém podia algum dia inventar. São ridículos e absolutamente desnecessários. Até porque, sejamos realistas, acham mesmo que engatam qualquer uma com frases feitas e sem o mínimo de brio? 

Coisas como: "Oh jóia, anda cá ao ourives!"; "Oh estrelinha, queres cometa?" (Genious!); "Não sabia que as flores andavam!"; "Quando caíste do céu, doeu muito?"; "Acreditas em amor à primeira vista? Se não, tens de passar por mim outra vez!" e toda uma panóplia de frases construtivas, originais e agradáveis (por favor, ler com ironia!).






E vocês, conhecem mais alguma digna de registo? Afinal, a poesia de andaime é património nacional!


8 comentários:

  1. o clássico "era até achar petróleo"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahah, esse clássico não conheço! Nunca ouvi esse!

      Eliminar
  2. Não costumo decorar... mas geralmente fazem-me rir. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depende do piropo porque há uns mesmo de mau gosto! Mas outros até são engraçados...

      "Os teus pais pertencem à Al-Qaeda? É que têm uma filha que é uma bomba!" =P

      Eliminar
  3. Como diria um amigo meu: "maravilha, maravilha! é tirar da mãe e pôr na filha!" xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahah, esse também não conhecia! Há cada um que "Balha-me Deus!!!" xD

      Eliminar
  4. Eu também odeio isso, o melhor é mesmo andar sempre com os phones no máximo quando se passa pelas obras .*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é uma boa hipótese mas tenho tendência para ser o menos discreta possível nessas ocasiões... ainda sou atropelada ou algo assim. ;)

      Eliminar

Todos temos os nossos dias, as nossas opiniões, as nossas afinidades. Felizmente nem todos gostamos do mesmo.

Aceitam-se elogios. Aceitam-se críticas construtivas.

Dispenso insultos e estupidez gratuita.

Welcome stranger ;)