segunda-feira, 2 de julho de 2012

Meu puto#5

Fizeste-me falta no sábado! E chorei. E recordei o meu último dia de anos em que participaste. 28 de Junho de 2009. Parece tudo tão distante. Parece uma noite que nunca existiu. Menos de 2 meses depois, desapareceste. Sem aviso ou porquês. E vamos aos sítios do costume, sítios esses que não mais foram os mesmos. Vejo as fotos desse dia e apareces em quase todas. E vejo as fotos dos anos seguintes e já não apareces em lado algum. Fazes falta todos os dias e em todos os sítios. Sinto a tua falta como se fosse uma sombra sobre os meus ombros. Pesada. Dolorosa. Fiz 25 anos mas queria tanto que o tempo voltasse para trás. Para te segurar. Para te ouvir. Para ter-te aqui, bem juntinho de mim.

Sim, adoro fazer anos. Adoro festas. Adoro o convívio. Mas sei que nunca nada voltará a ser o que foi um dia. Nada ou ninguém conseguirá preencher o vazio que deixaste em todos nós.
Conforta-me imaginar que estiveste comigo no sábado. Sei que sim. Vives em todos nós. Vives em todo o lado. Quero que saibas que nunca desistirei de ti*


1 comentário:

  1. Não vale a pena dizer que te compreendo, pois não? Ele esteve contigo, nós sabemos*

    ResponderEliminar

Todos temos os nossos dias, as nossas opiniões, as nossas afinidades. Felizmente nem todos gostamos do mesmo.

Aceitam-se elogios. Aceitam-se críticas construtivas.

Dispenso insultos e estupidez gratuita.

Welcome stranger ;)