quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Até já, Carolina!

Chegou ao fim esta jornada. A Carolina saiu de casa para ir viver com o namorado. 
Vou falar directamente contigo, sei perfeitamente que me lês. És a única que sabe quem é a Rita e o porquê de muito do que sou. Portanto este post é para ti:

Sei que não acreditas em despedidas, em amizades eternas e nos "até já". Mas eu acredito portanto sinto-me no direito de me despedir destes quase 5 meses de partilha de casa.
És das amigas que me acompanha há quase tantos anos quantos os que existimos. Foram tantos momentos juntas, momentos esses que agora sei que também recordas. Vivências felizes e outras amargas mas que trazem saudade e uma sensação de preenchimento indescritível.
Sinto que estes 5 meses serviram, entre tantas outras coisas, para resgatar uma amizade que não estando apagada, estava um bocado adormecida. Conversas, desabafos, conselhos, filmes, gargalhadas, cafés na varanda, jantares. Vais fazer-me falta lá em casa, por tantos motivos que nem vou conseguir enumerar.
Sei que estás feliz. Só Deus sabe o quão feliz fico pela plenitude que conseguiste agora atingir! Mas vou sentir a tua falta, nesta casa desalinhada e vazia. Vou sentir falta do som da tua música ou das parvoíces que vias no Ainanas. Vou sentir falta principalmente de saber que estavas ali.
Portanto eu sei que vão ser raros os momentos que voltaremos a partilhar. Tu és assim e eu também consigo sê-lo (não é defeito, é feitio), não haverá volta a dar. Mas quero que saibas que é precisamente o que tu tens nas tuas amizades que mais prezo. Os espaços que sabes dar, a verdade nua e crua que por vezes preciso ouvir ou o simples silêncio, sem cobranças.

É isto, Carolina!
Eu, tu e um passado que será sempre nosso mas que não volta.
As bonecas, a casa da Rita Sofia, a casa da Tia Lurdes, a casa da minha Avó.
A creche, a escola primária, a escola básica e a já esfriada escola secundária.
As tuas fotos, as tuas frases, tudo o que de novo me deste a conhecer.
Abriste novamente a porta da tua vida e eu entrei. Não há volta a dar, acredita.

Adoro-te Xuxu*

3 comentários:

Todos temos os nossos dias, as nossas opiniões, as nossas afinidades. Felizmente nem todos gostamos do mesmo.

Aceitam-se elogios. Aceitam-se críticas construtivas.

Dispenso insultos e estupidez gratuita.

Welcome stranger ;)