terça-feira, 6 de novembro de 2012

Dia de finados.

Dia de finados. Dia de todos os Santos. Dia de ir ao cemitério. E lá fui eu, fazer das visitas mais dolorosas que tinha de fazer. 
Fui visitar aquela pedra, onde tu está Luís. Cheia de flores laranja e um anjinho. Eu deixei-te uma flor branca. E olhei vezes sem conta para aquela foto. Não me esqueço de ti!
Fui à campa dos meus avós paternos, deixei lá duas flores laranja e um beijinho em cada foto. A minha avó morreu há 13 anos e o meu avô há 6 anos. Não éramos tão próximos como sou com os meus avós maternos mas gostava deles e tinha carinho por eles. Sei também que o meu pai sente imensas saudades (até porque é filho único) e gosto de fazer-lhes estes carinhos-
Fui à campa do Quim. O Quim era senão o melhor, um dos melhores amigos dos meus pais. Conheciam-se desde crianças, eu conhecia-o desde criança e era como um pai para mim. Tem dois filhos, um de 23 anos e outra de 19 anos, com quem cresci e a quem habituei a tratar como se da minha família fossem. Sinto falta do Quim, das anedotas e das brincadeiras. O Quim morreu no mesmo ano do Luís e, sinceramente, nunca tinha tido coragem de falar nele.
A última campa a que fui foi à dos meus bisavós do lado do meu avô materno. Não os conheci mas na mesma campa está o 1º filho da minha avó guerreira. Nasceu há 56 anos e morreu há 56 anos. Chamava-se António e morreu atropelado ao colo da minha bisavó. Fui lá pela minha avó, que ainda hoje chora e fala do filho. Ama-o de uma forma que dá pena e uma tristeza enormes. No dia de todos os santos o meu tio morreu. Tinha 4 meses apenas.

Não me consigo recordar do sítio onde está a minha Bisavó do lado da minha avó guerreira. A Mãe dela, portanto. Adorava-a, até porque ela morreu há apenas 5 anos. Tinha 99 anos e uma saúde de ferro, tendo em conta a idade. Os médicos dizem que morreu durante o sono, não sofreu e nem deu por isso. Gostava tanto dela que nem sei explicar o porquê de não saber na altura onde era a campa. Agora que recordo o dia do funeral, consegui recordar-me. Que estúpida!!!

Detesto este dia, sinceramente.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos temos os nossos dias, as nossas opiniões, as nossas afinidades. Felizmente nem todos gostamos do mesmo.

Aceitam-se elogios. Aceitam-se críticas construtivas.

Dispenso insultos e estupidez gratuita.

Welcome stranger ;)