quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Não te quero nas horas vagas.



"O amor avulso revolve-me as entranhas
Não foi isto que eu pedi
Nunca foi isto que eu quis para mim
Queres amar-me todos os dias?
Não te quero nas horas vagas.
O amor avulso não me seduz.
Queres amar-me todos os dias?
Dá-me só um pouco mais.
Pelo menos finge que aqui estás.
Queres saber como foi o meu dia?
Pelo menos finge que sim.
O amor avulso entra pela porta e sai pela janela sem que dês por isso.
Não me seduz.
Cala-me lá estes lamentos.
Apaga-me estas lamúrias.
Dá-me só um pouco mais. Dá-me amor à meia dúzia.
Não te peço muito.
Só não me dês amor avulso."

_"Amor avulso"_Laura Macedo_




2 comentários:

Todos temos os nossos dias, as nossas opiniões, as nossas afinidades. Felizmente nem todos gostamos do mesmo.

Aceitam-se elogios. Aceitam-se críticas construtivas.

Dispenso insultos e estupidez gratuita.

Welcome stranger ;)