segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Desilusão

Este fim-de-semana apanhei a maior desilusão da minha vida. Daquelas desilusões que fazem doer e que nos deixam sem ar. Saber que nem sempre significas para os outros o que eles significam para ti, sabê-lo da forma mais triste, mais sem consideração, dói para caraças!

Fiz tudo por ti. Defendi-te de tudo e todos, mesmo que nem sempre tivesses razão. Entendi as tuas "birras" e não fiz grande caso delas. Aturei-te, ajudei-te nas tuas dificuldades. Nunca fui ao supermercado sem comprar o suficiente para ambas pois sabia que não tinhas. Ajudei-te sempre de coração. Dei-te colo, dei-te amizade. Considero-te minha irmã e a paga que me dás é esta?

A pequena saiu de casa. No fim-de-semana passado deixou-me de falar e este fim-de-semana soube, através da senhoria, que abandonou o quarto. Foi sorrateira, ao fim-de-semana, tirou tudo o que era dela de casa e saiu.
Nunca recebi um sms a informar-me de nada. Não que ela me deva satisfações mas no meu entender, eu merecia mais. Um gesto de apreço e consideração, alheio a mais uma das suas birras.
Sinto-me doente! Triste e desiludida. Muito desiludida!!


2 comentários:

Todos temos os nossos dias, as nossas opiniões, as nossas afinidades. Felizmente nem todos gostamos do mesmo.

Aceitam-se elogios. Aceitam-se críticas construtivas.

Dispenso insultos e estupidez gratuita.

Welcome stranger ;)