quinta-feira, 14 de abril de 2016

O meu Avô tem alzheimer#2

Passei o fim-de-semana a fazer companhia ao meu Avô. Ele está de momento numa unidade de cuidados continuados a fazer fisioterapia. Está um pouco "desligado" mas assim que me vê, metendo conversa, brinca, ri-se, volta a ser ele. Eu sei que o alzheimer é irreversível e que por vezes pode ser galopante mas é frustrante ver que nos CC tentaram fazer fisioterapia com ele apenas na 2ª Feira, 1 DIA!, e que já nos ligaram a dizer que ele na coopera, que não sofre e que já está "encerrado no mundo dele". NÃO É VERDADE e recuso-me a aceitar que ele já está assim como dizem. Ele comigo reage, faz exercício, consigo metê-lo a mexer as pernas sozinho. Com muita paciência, muito amor, mas ele corresponde! Eu sei que as funcionárias não podem estar com ele a toda a hora mas darem-no já como uma causa perdida deixa-me revoltada!

Queria o meu Avô de volta mas já que isso não é possível, quero o meu Avô o melhor possível e nunca desistindo!
Não te deixo morrer...

Resultado de imagem para doentes de alzheimer

2 comentários:

  1. Não te esqueceres dele e manteres as visitas e o carinho vai ser fundamental para ele! Na parte dele se estar a desligar... é possível (por muito que custe) mas na fase de transição é que ele vai mais precisar de vocês e é também a parte que mais dói. Apoia-o.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, apoio sempre! Infelizmente só estou com ele ao fim-de-semana mas estou com ele todas as tardes. A rir, a treinar a memória, a incentivá-lo a tentar!

      Eliminar

Todos temos os nossos dias, as nossas opiniões, as nossas afinidades. Felizmente nem todos gostamos do mesmo.

Aceitam-se elogios. Aceitam-se críticas construtivas.

Dispenso insultos e estupidez gratuita.

Welcome stranger ;)