segunda-feira, 9 de maio de 2016

O meu Avô tem alzheimer#3

Na 6ª e Sábado o Avô estava lúcido. Reconheceu-me, estivemos a conversar, expliquei-lhe pela enésima vez o que lhe estava a acontecer, expliquei-lhe que partiu a perna e estava na fisioterapia. Percebeu tudo e pareceu-me motivado. Rimos, vimos televisão, lanchámos juntos.

No Domingo quando cheguei pareceu-me bem. Risonho, bem-humorado, a contar piadas. Até que lhe perguntaram se ele sabia quem eu era e ele disse que achava que eu era a fisioterapeuta, que ia lá frequentemente. Que não me conhecia mas que gostava muito de mim porque tratava bem dele e nunca lhe ralhava. 
Fiz-me de forte e perguntei se ele queria fazer um bocado de ginástica às pernas. Disse que sim e lá começamos nós a esticar e encolher as pernas. A rodar os pés. Depois quando vi que já estava cansado, perguntei se queria ir ao hall de entrada para bebermos um descafeinado. Ficou todo feliz porque nunca mais tinha bebido e estivemos a conversar, como dois novos bons amigos.


Larguei-me a chorar quando saí de lá. Custa tanto não saberes que és meu Avô. Não te lembrares de tudo o que vivemos juntos...

Mas não desisto de ti!

Resultado de imagem para alzheimer's tumblr

2 comentários:

  1. Isso é amor... tu conquistas o coração dele vezes sem conta, e ele o teu...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas saio de lá sempre com o coração aos bocadinhos :(

      Eliminar

Todos temos os nossos dias, as nossas opiniões, as nossas afinidades. Felizmente nem todos gostamos do mesmo.

Aceitam-se elogios. Aceitam-se críticas construtivas.

Dispenso insultos e estupidez gratuita.

Welcome stranger ;)