segunda-feira, 23 de maio de 2016

Um acto de misericórdia também é amor, não é?

Não estás melhor. Tentei segurar a tua vida o melhor possível, tentei que melhorasses, tentei aliviar essa dor que deves sentir apesar de não ouvirmos um único ganido. Estás triste e é isso que consegues transmitir. Estás triste e enfraquecida e eu não sei o que fazer. Não quero que sofras, já sofreste demasiado ao longo da vida. 
Queria que ficasses comigo mais uns tempos. Queria mesmo ter-te comigo porque sou egoísta e acho que vai ser horrível perder-te menos de um ano após o Campeão ter partido. Mas acho que estamos a atingir o ponto do não-retorno. Quase não comes e já andas combalida. Queria segurar-te comigo e dizer que vais ficar bem mas eu própria já não acredito nisso.
Vou esperar o meu regresso a casa e vamos ter de falar no que é melhor para ti.
Vais ver-me chorar e eu sei que detestas isso. Ficas incomodada mas desta vez não vou conseguir evitar. Vou ter de te contar como está a ser difícil decidir o que fazer. Como se leva a tua cadela ao veterinário para que este lhe tire a vida? Como alguém lida com isso? No entanto eu sei que tenho de estar lá contigo... quando ganhar a coragem suficiente para o fazer. 

Um acto de misericórdia também é amor, não é?

Resultado de imagem para cães amor

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos temos os nossos dias, as nossas opiniões, as nossas afinidades. Felizmente nem todos gostamos do mesmo.

Aceitam-se elogios. Aceitam-se críticas construtivas.

Dispenso insultos e estupidez gratuita.

Welcome stranger ;)