terça-feira, 11 de outubro de 2016

Não consigo.

Há uns anos prometi aos meus Avós que ia fazer os possíveis e impossíveis para os manter em casa. Cumpro sempre as minhas promessas, a menos que em causa esteja o bem-estar e a qualidade de vida deles. Mas entretanto fui ao Lar ver as instalações. Só ver mesmo. E por muito bem tratados que sejam as pessoas lá, não quero os meus Avós naquele lugar esquecido do mundo. Não consigo!
Andamos a procurar uma senhora que fossa fazer a noite com eles. E assim mandar de vez aquele anormal lá de casa (que só ainda não foi porque a minha Avó sofre horrores cada vez que se age contra o menino).

O Avô teve o fim-de-semana lúcido. Triste e assustado. Pediu-me "beijinhos ao Avô" e disse-me ao ouvido "estou triste por causa do que se passa cá em casa quando eu não estou." Ou seja, ele tem noção que quando ele não está lúcido, a situação piora.

Odeio isto!


Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos temos os nossos dias, as nossas opiniões, as nossas afinidades. Felizmente nem todos gostamos do mesmo.

Aceitam-se elogios. Aceitam-se críticas construtivas.

Dispenso insultos e estupidez gratuita.

Welcome stranger ;)